Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

06/04/2018

O turismo tem as suas vantagens....mas alguns estão a pagar caro !



"São moradores dos bairros históricos de Lisboa, expulsos das casas. Estão em "resistência" com o apoio do presidente da junta.

"Tenho 79 anos. Nasci na casa onde sempre vivi, em Alfama. Foi preciso vir uma miúda com vinte e tal anos para me expulsar. Pois eu dali só saio morta!" Chama-se Felicidade Silva mas o seu rosto idoso e cansado não mostra o estado de alma do nome. Recebeu uma saraivada de palmas depois do seu testemunho, a atestar bem a solidariedade que une os moradores nos cinco bairros históricos da junta de freguesia Santa Maria Maior (Alfama, Baixa, Chiado, Castelo e Mouraria), em Lisboa, reunidos ontem em assembleia no Palácio da Independência para a iniciativa "Os Rostos do Despejo".

Despejados, com data marcada para deixarem a casa onde alguns nasceram e criaram os filhos, esses rostos têm nome, são "gente de carne e osso", como disse o presidente da junta, o socialista Miguel Coelho, autor desta campanha contra o esvaziamento do coração histórico da cidade em nome dos interesses imobiliários e turísticos."

Pode ler o resto aqui no DN de hoje.


9 comentários:

Anónimo disse...


Milhares de lisboetas já foram ou estão a ser expulsos da sua cidade.

Uma cidade que se tornou TOTALITÁRIA, desumana, e que rapidamente está a perder a identidade.

E com uma fachada de esquerda e de progresso, veiculada por uma televisão controlada.

Divulguemos esta situação pelas redes sociais !

Devemos intervir em força na Assembleia Municipal e com manifestações de rua.

Anónimo disse...

Entre 1980 e 2000 a cidade perdeu 300 mil habitantes. E não foi o turismo.

Anónimo disse...

Agora e o turismo. Quando estava tudo a cair e ningume queria viver no centro estava tudo bem.
Quem tem dinheiro para viver no centro vive uem nao tem que va para os arredores. Acontece o mesmo em qualquer cidade desenvolvida.
Deixem-se da conversa dos coitadinhos que nao lava o pais a lado nenhum!

Filipe Melo Sousa disse...

viveu a vida toda de borla em casa dos outros

Julio Amorim disse...

Se um dos "coitadinhos" fosse seu parente, com 80 e tal anos de idade, reforma de 400 euros e talvez dificuldade em sair à rua; a sua cantiga era bem diferente. Mas não desespere....a vida tem surpresas para todos.

Filipe Melo Sousa disse...

Em geral o mau olhado recai sobre quem o agoira. Fique aguardando a surpresa

Vasco disse...

Fui ler o artigo, falam de novas rendas de 450 e 500 Euros no centro de Lisboa. No Cacém isso é uma renda normal. Até na aldeia dos meus avós já se pagavam 250 Euros há 10 anos atrás. Não vejo onde está a novidade e o drama.

Julio Amorim disse...

Tente pagar 500 euros com 400 e vai encontrar o drama.

Filipe Melo Sousa disse...

Não percebo a sua questão. Deveria dedicar-me à ruína e de seguida retirar algum heroísmo disso? É como aconselhar ao Benfica que perca os 10 primeiros jogos para de seguida correr heroicamente atras do prejuízo.