05/11/2019

Lidl no Estádio do Restelo /Pedido de esclarecimentos e debate à CML/JF e Clube Os Belenenses


Exmo. Senhor Presidente da CML
Dr. Fernando Medina,
Exmo. Senhor Presidente da JF Belém
Dr.Fernando Ribeiro Rosa,
Exmo. Senhor Presidente do Clube de Futebol Os Belenenses
Dr. Patrick Morais de Carvalho,
Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Geral de Os Belenenses
Dr. Pedro Pestana Bastos 


CC. AML e media

Constatámos a colocação no Estádio do Restelo de um cartaz anunciando a futura construção de um supermercado Lidl no extremo Sul do estádio (fotos em anexo), no âmbito de uma "requalificação" do mesmo, a qual, tendo em conta a informação disponível on line, envolverá construção nova à volta de 3mil m2, inseridos por sua vez numa zona comercial com mais de 5mil m2 de construção nova, e ainda mais construção nova na zona actualmente ocupada pela bomba de gasolina da Repsol.

Considerando que o Estádio do Restelo está classificado na Carta do Património anexa ao Plano Director Municipal (item 32.04 Estádio do Restelo/ Av. do Restelo);

Considerando que nas imediações do Estádio do Restelo existem já superfícies comerciais de média e grande envergadura (Continente, Pingo Doce, Mini-Preço, El Corte Inglés);

Considerandoo caos automóvel que já existe em toda a zona envolvente do estádio,especialmente de 2ª a 6ª Feira e decorrente da existência de vários colégios,mas também em dias de jogos;

Considerando o forte impacto urbanístico da construção agora anunciada para o extremo Sul do Estádio do Restelo, desvirtuando um bem supostamente protegido pelo PDM;

E considerando o previsível forte impacto que essa construção nova implicará não só a nível do estacionamento e trânsito em toda a zona, mas também nas vistas desafogadas que hoje se desfrutam do Estádio do Restelo para o Tejo e da via pública (Rua dos Jerónimos e Avenida do Restelo) para o mesmo estádio, mesmo na presença da estação de serviço;

Solicitamos a V. Exa., Senhor Presidente da CML, que nos esclareça sobre:

*Qual o parecer da Comissão Consultiva do PDM acerca de uma construção que altera a leitura do conjunto classificado no PDM?
* Se existem estudos de tráfego que suportem a construção desta nova edificação naquele local?
* Se existem projecções virtuais sobre o impacto do mesmo no sistema de vistas de e para o estádio?

Solicitamos, ainda que nos informe sobre a nova localização da referida estação de serviço. E, nesse sentido, dê indicações aos Serviços para promoverem uma consulta pública à população.

Ao Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Belém, solicitamos que nos esclareça sobre como é possível que um assunto desta natureza, com os impactos já referidos,seja totalmente ignorado pela Junta de Freguesia, de quem não se conhece qualquer tomada de posição oficial nem que tenha organizado qualquer sessão de esclarecimento.

Independentemente da probidade da iniciativa no seu cômputo geral, ao Senhor Presidente do Clube de Futebol Os Belenenses, solicitamos que nos esclareça sobre o seguinte:

*Esta nova construção para o Lidl é a única futura construção planeada/promovida por essa Direcção para o recinto desportivo de Os Belenenses, ou está prevista mais alguma nova obra para os terrenos ou/e para o próprio Estádio do Restelo?
*A posse dos terrenos onde se pretende construir o supermercado Lidl, não foi transmitida ao Clube com um determinado fim específico? E se tal se verificar não estaremos perante uma ilegalidade?

Ao Senhor Presidente da Assembleia Geral de Os Belenenses, perguntamos se os sócios do Clube tomaram conhecimento deste assunto e se o mesmo foi sufragado em AG?

Na expectativa, apresentamos os nossos cumprimentos

Paulo Ferrero, Gustavo da Cunha, Bernardo Ferreira de Carvalho, Júlio Amorim, Virgílio Marques, Rui Pedro Martins, Vasco Alves, Pedro de Sousa, Irene Santos

2 comentários:

Rui de Campos disse...

... não se enxofrem ... pode ser que vos saia na rifa, um caixote de bananas da áfrica do sul ...

Anónimo disse...

Esse assunto foi debatido e aprovado em AG do Belenenses por larga maioria dos sócios presentes. Acrescente-se que é um projecto de extrema importância para a sustentabilidade económica do CFB e a sua viabilização pela CML era muito aguardada.

Conhecendo a história do Belenenses desde a expulsão das salésias e a sua relação com a CML acho de muito mau tom falar em "transmissão de posse de terrenos para o Belenenses".