28/10/2009

"Zonas 30" ou "Como despachar um Idiota de um Municipe que Pensa que Vive Num Pais Desenvolvido"

Recentemente, e perante o inicio das obras de criação de uma "zona 30" no Bairro Azul (mas não é preciso alterar o PDM ???), e do anúncio da criação de mais 4 "zonas 30" (mas não é preciso alterar o PDM ???), utilizei o correio do municipe no site da CML para sugerir o mesmo na Avenida Luis Bívar, onde resido, tendo exposto as diversas razões (Escolas, Hospital, etc) para justificar o pedido, não sabendo que é preciso alterar o PDM (???) para tomar uma decisão que visa aumentar a segurança dos peões.

Recebi a amável resposta obviamente destinada ao "Municipe Idiota", a qual transcrevo.

"Ex.mo Senhor,

Acusamos a recepção do vosso e-mail, referente ao assunto em epígrafe que mereceu por parte destes Serviços a melhor atenção.

Em sequência do mesmo, agradecemos a sugestão de V. Exa., e informar que aguardamos a publicação de novo PDM coma definição de novas zonas 30 para retomar o estudo destas questões sobre a acalmia de tráfego.

Com os melhores cumprimentos.




Departamento Segurança Rodoviária e Tráfego

"

12 comentários:

Luís Alexandre disse...

Tenho alguma curiosidade em saber como é que vão controlar a "zona 30". É com radares ou é com sinais de trânsito?
Alguém sabe?

Xico205 disse...

Cheira-me a radares, ou lombas tipo rampa de lançamento como as da Av. Alvares Cabral que impossibilitam a passagem de autocarros articulados. O Bº da Boavista como zona 30 é que é de partir a moca a rir! Vá xungas, os carros agora passam devagarinho para vocês não falharem as pedradas, os tiros e os car jackings!

RF disse...

Com sinais à entrada da zona 30. Se os carros andarem a mais de 30, é porque o desenho não está correcto. Radares, muitos sinais de trânsito, lombas, etc são sinal de doença da rua - é quase como chegar a casa de alguém de ver uma pilha de remédios na mesa da sala. Alguém naquela casa está doente. Não engana.

Anónimo disse...

ha zonas que são 30 mesmo por nao dar para andar a mais, e isso chega.

meter passadeiras, lombas, curvas, evitar rectas, calçada em vez de alcatrão etc, faz com que os carros andem a 30, mesmo que nao queiram :)

Anónimo disse...

Está realmente tudo calmo sobretudo para quem vêm da Av. Antonio Augusto de Aguiar e entra na Ramalho Ortigão. As sumidades dos brilhantes engenheiros de trafego (só percebem mesmo de transito intestinal) conseguiram transformar uma bonita avenida dos anos 40 numa estupida e sem eixo via suburbana com tiques de condomínio de luxo (a lomba da passadeira deve ser um sinal exterior de riqueza) engarrafamentos junto ao semaforo consegue entupir toda a avenida.
Estão de parabens, estes engenheiros conseguiram por a cidade num caos em pouco tempo!

Unknown disse...

As zonas 30 são uma forma de aumentar a segurança dos peões. Está em primeiro lugar em relação aos argumentos invocados. Basta isso. A quem não agrada, basta não circular no local.

Xico205 disse...

Anónimo disse...
Está realmente tudo calmo sobretudo para quem vêm da Av. Antonio Augusto de Aguiar e entra na Ramalho Ortigão. As sumidades dos brilhantes engenheiros de trafego (só percebem mesmo de transito intestinal) conseguiram transformar uma bonita avenida dos anos 40 numa estupida e sem eixo via suburbana com tiques de condomínio de luxo (a lomba da passadeira deve ser um sinal exterior de riqueza) engarrafamentos junto ao semaforo consegue entupir toda a avenida.
Estão de parabens, estes engenheiros conseguiram por a cidade num caos em pouco tempo!

10:09 AM







A juntar ao estupido estreitamento de faixas junto à mesquita, que causam acidentes diários tal e qual como se previa desde a sua construção!!!
Agradeçam a quem votou no Costa, mais casos destes virão! Outra estupidez é a proibição de quem desce a R. Conde Redondo virar à esquerda para a R. de Sta Marta! Se o objectivo é melhorar o transito, só o pioram com os automobilistas a terem que ir à Av. da Liberdade fazer inversão de marcha e entupir o sentido descendente da R. Alexandre Herculano.

Enfim...

Xico205 disse...

Carlos Leite de Sousa disse...
As zonas 30 são uma forma de aumentar a segurança dos peões. Está em primeiro lugar em relação aos argumentos invocados. Basta isso. A quem não agrada, basta não circular no local.

10:24 AM







Entre o "querer" e o "ter que" vai uma distância muito grande. Acho que por querer, cada vez menos pessoas têm vontade de passear em Lisboa, e não é por acaso que desde a década de 80 Lisboa reduziu para metade o nº de habitantes.

Lisboa está cada vez mais feia, degradada, menos pratica, porca e mal frequentada.

Anónimo disse...

E a sua preferência em termos de vivência vai para onde ? É bom esclarecer qual o sitio bonito, pratico e bem frequentado que frequenta, para podermos talvez aderir.

Anónimo disse...

Carlos Leite de Sousa, se nao quer apanhar transito que tanto fala nao vá de carro.

Agora dizer que se nao quer ser atropelado por um carro nao ande a pé é ridiculo

Unknown disse...

Circular ...de automóvel. Compreenda-se.

Maxwell disse...

Em dias de chuva (bem sei que são poucos) as passadeiras empedradas escorregam como se se andasse sobre gelo (isto com ténis que não costumam derrapar em muitas superfícies). Honestamente não acho práctico nem bonito as 'zonas 30' e as lombas. Boa intenção, má execução.