29/01/2008

A quem possa interessar - As janelas mais bonitas de Lisboa vão desaparecer



A quem possa interessar, para memória futura, as janelas mais bonitas de Lisboa estão prestes a desaparecer.
Da última vez que soube o status deste imóvel (via fórum cidadanialx), sito na Avenida Duque de Loulé, nºs 112 a 122, o pedido de demolição tinha sido indeferido pela CML.
Curioso...
O facto é que, há mais de uma semana, o interior do imóvel está a ser demolido. Numa breve conversa com um dos trabalhadores da construção civil, facilmente descobri que o prédio vai abaixo nas próximas semanas.
A quem possa interessar também - eventualmente, ao vereador Sá Fernandes que, em tempos, me chegou a enviar a mim, e à redacção do jornal onde trabalhava, emails de violenta denúncia e repúdio face aos atentatados contra o património de Lisboa - estão disponíveis no entulho várias dezenas de azulejos de lastra, do período Arte Nova.
Lisboa fica mais pobre. E alguém se interessa?

22 comentários:

Filipe Melo Sousa disse...

Mais bonitas de Lisboa, discutível. Prefiro as fachadas das torres de s gabriel e s rafael na expo, mas isso é como tudo: questão de gosto.

Já o zé, espero que ele seja o primeiro da fila a aplaudir a demolição, ao estilo das demolições do Belmiro. É o resultado da política das rendas baixas :)

daniel costa-lourenço disse...

não, ninguem se interessa.

Uma das antigas cidades do mundo é governada como se fosse um subúrbio.

Para a CML Lisboa ou Cacém é a mesma coisa.

daniel costa-lourenço disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
daniel costa-lourenço disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Caro Filipe,
Eu sabia que este post o iria tocar especialmente. Pensei em dedicá-lo à sua fascinante pessoa. Vou ali abaixo jogar no Euromilhões a ver se também acerto na chave vencedora.

Filipe Melo Sousa disse...

toca-me sempre :)

Anónimo disse...

Ena pá uma cidadinha gobernada por parolos, que se dá ao luxo de botar coisas destas no lixo. Benha mais bidro e betão ! BIBA o futuro, BIBA Lisboa !

JA

Filipe Melo Sousa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

"EXPOLIADO"?!...

ABA disse...

nunca tive simpatia pelas gentes de leste (preconceito meu) mas nisto da coisa património a perspectiva vertical funciona que nem ginjas.
mas nem seria necessário ir tão longe, basta ir aqui ao lado...
é mesmo de memória futura que estamos a falar. e é triste.

as janelas são mesmo(d)as mais bonitas de lisboa... e logo que abri as fotos lembrei-me de barcelona, não sei porquê...

Anónimo disse...

EXPOLIR, v. tr. fazer expoliação de. (Lat. expolire)
EXPOLIÇÃO, s. f. acto de polir ou de ampliar um discurso. (Lat. expolitione)



ESPOLIAÇÃO, s. f. ACTO OU EFEITO DE ESPOLIAR; ESBULHO POR VIOLÊNCIA OU FRAUDE; s. m. AQUILO QUE FOI ESPOLIADO. (Lat. spoliationre)

ESPOLIAR, v. tr. TIRAR A ALGUÉ, POR VIOLÊNCIA OU FRAUDE, A PROPRIEDADE DE ALGUMA COISA; DESPOJAR; DESAPOSSAR; ESBULHAR (Lat. spoliare).

ESPOLIADO, adj. quefoi vítima de espoliação; esbulhado.

ESPOLIADOR, adj. e s. m. que ou aquele que espolia )Lat. spoliatore)

Anónimo disse...

FILIPE MELO SOUSA DISSE um dia... "mas contra o analfabetismo não posso fazer nada"


Ai podes, podes! Podemos todos!

Arq. Luís Marques da silva disse...

Pois claro está que se fosse no Porto, já estava o povo todo na rua e uma providência cautelar em marcha.
Aqui, fala-se muito, mas...

Arq. Luís Marques da silva disse...

Já agora sou de Lisboa mas vivo no Porto á 13 anos e estou envolvido na defesa do mercado do Bolhão, no Porto e garanto que, ou atravês de uma providência cautelar ou, com a figura de uma acção popular, a sua destruição será travada.
Vou quase todos os fins de semana a Lisboa e é avassalador de ver a faclidade com que se destrói o património edificado do final do sec XIX.
Junto ao largo D. Estefânia, esquina com a Casal Ribeiro, também lá está um edificio que merecia mais atenção; o telhado já está em baixo.
Mexam-se por favor!!!

Filipe Melo Sousa disse...

Eu só me mexo pelo que é meu.

Anónimo disse...

È pena que um dia destes não te caia uma telha de um prédio degtradado na tua tola. Assim ja te mexias pelo que era teu... A caminho do hospital!!!

Filipe Melo Sousa disse...

Caro anónimo, percebo que você facilmente caminha para a violência quando alguém não partilha dos mesmos valores morais. De facto o direito à não-agressão e não-coacção faz parte dos meus valores,

não dos seus.

Anónimo disse...

NÃO SE ESQUEÇA QUE ISTO TAMBÉM FAZ PARTE DOS SEUS VALORES MORAIS...

[foto de um macaco a escrever a máquina]

"entrar numa repartição pública, e encontrar um burocrata inútil a escrever com os dois dedos indicadores, num laptop topo de gama... pago por mim"


Publicada por Filipe Melo Sousa no small-brother.blogspot.com

Filipe Melo Sousa disse...

exactamente: o direito à denúncia e portanto à livre expressão faz parte dos meus valores. já o anónimo, por algum motivo que me transcende, acha que esta situação deve ser ignorada

Lesma Morta disse...

Ao ler estas ultimas intervenções não pude deixar de ficar inquieto ao ver como alguém é capaz de tal egoísmo, preocupando-se só com o que é seu. E a comunidade? O bem estar de todos?`´E por só pensarem no que é seu que os Estados Unidos aínda não assinaram o Tratado de Quioto. Não vou tão longe como o Anónimo mas entendo a sua revolta. A liberdade de expressão é um direito que deve ser usado com arte.

Filipe Melo Sousa disse...

"como alguém é capaz de tal egoísmo"
o que tem para me oferecer para meu proveito o altruísmo que me propõe em troca?

E a comunidade?
a comunidade interessa-me quando me traz proveitos

e o bem estar de todos?
com o bem e o mal dos outros posso eu bem

E por só pensarem no que é seu que os Estados Unidos aínda não assinaram o Tratado de Quioto
como apenas posso actuar por mim e não pelos outros, estamos perante um exemplo da teoria dos jogos, em que tenho sempre a ganhar quando não coopero. quer o outro coopere também ou não, tenho sempre a ganhar ao tomar-lhe vantagem

Anónimo disse...

ó Marques da Silva, as letrinhas "Arq." é só p'ra gente perceber que você percebe disto?