Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

18/10/2018

Parque Infantil da Alameda


Via FJ

P.S. Este parque infantil devia sair do meio da Alameda...

3 comentários:

Anónimo disse...

Jogava-se nos passeios, nas ruas, balizas nas sarjetas, jogava-se na Fonte Luminosa, grandes craques que chegaram aos "grandes" de Lisboa. Mas esta mudou, sem que a Ditadura e a Democracia se preocupassem com espaços vazios, livres, espaços de respiração. O ordenamento e o planeamento nos últimos 60 anos, levou à situação actual.
Os papagaios que havia às janelas e às portas das casas de pasto, acantonaram-se onde todos sabemos e agora falta espaços para parques infantis, que se situam no meio do inferno do trânsito automóvel.
Continuando esta visão de Cidade, acabando com o Campo, acabando com a ruralidade, aqui e ali ainda hortas urbanas, mas este desenfreado ocupação de passeios e espaços que ainda restavam dos anos 40, não dá espaços para parques infantis ao ar livre.
Estaremos à espera que o próximo tremor de terra previsível, arranje espaços para parques como existem por países na Europa que não fizeram este planeamento urbanístico?
Apoiamos a retirada do parque infantil daquela localização e o distribuam pelas proximidades em espaços da freguesia, criando novos.
O que fazer daqueles relvados da Alameda?
Porque não há mais gente por ali como se vêem noutros jardins da Europa? É assim tão difícil copiar bons exemplos?
Então deixem os relvados livres de obstáculos.

Julio Amorim disse...

Aliás...a degradação de muitos dos equipamentos da cidade é resultado da péssima qualidade dos materiais usados ou...usados no sítio errado (o que parece ser o caso aqui).

Anónimo disse...

Joguei muito ali à bola com amigos nos anos 80 e 90 sem problema algum.

Hoje não permitem que se jogue à bola, servindo para alguns donos de cães nada conscienciosos fazerem ali o wc dos mesmos e depois as pessoas pisarem aquilo.

O material dos parques infantis em materiais semelhantes ao contraplacado dá naquilo que se vê.

Parece que fazem de tudo para tirarem ao lisboeta as zona verdes que poderiam desfrutar.