Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

23/06/2017

Olha que boa notícia!


In O Corvo, por Samuel Alemão (23.6.2017)

«EMEL começa a fiscalizar estacionamento e a multar 24 horas por dia a partir de 2018

Ainda estão por definir as zonas a ser alvo de uma especial atenção, mas é já quase certo que a mudança abrangerá toda a cidade. A partir de 2018, a Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) vai começar a proceder à fiscalização durante a totalidade do período nocturno, visando sobretudo proteger as zonas reservadas a residentes dos abusos de terceiros e detectar infracções ao código da estrada, como parqueamentos em cima do passeio ou de passadeiras. O alargamento da actividade inspectiva dos fiscais a um contínuo de 24 horas por dias, sete dias por semana, foi confirmado pelo presidente do conselho de administração da empresa, Luís Natal Marques, e pelo seu vogal, Jorge Manuel Oliveira, ao final da tarde desta quinta-feira (22 de junho), perante os membros da comissão de mobilidade e segurança da Assembleia Municipal de Lisboa (AML). “Em 2018, vamos começar a trabalhar 24 horas por dia”, disse aos deputados Jorge Oliveira.[...]»

2 comentários:

Anónimo disse...

Se dói a um tem de doer a todos.

Lss911 disse...

Uma excelente notícia para mim que vivo numa zona sem lugares de estacionamento em que estão estabelecidas zonas EXCLUSIVAS de dístico de residente.

É que actualmente constato que cerca de metade dos automóveis estacionados nesta zona não pode lá estar estacionado (não têm dístico) e não havendo qualquer tipo de fiscalização fora do horário de expediente pura e simplesmente não tenho lugar (são 30/50 minutos por dia a procura de estacionamento). De que serve o dístico de residente (que pago) se quando o mesmo é útil não há fiscalização e quando as pessoas não estão em casa porque vão trabalhar é que há fiscalização??

Não me importo até de um pequeno trade-off: zona exclusiva de residentes das 18:00-9:00 do dia seguinte COM fiscalização.