...

...

04/12/2015



Em Entrecampos, segue-se mais um cruzamento onde se substituiu a calçada pela argamassa análoga à do infame piso do Jardim do Príncipe Real.
E como se não bastasse, repare-se que se cimentou a calçada envolvente.
 
Posto isto, é cabido perguntar-se:
Qual a manutenção que este "piso" vai necessitar com a contínua exposição aos elementos?
A calçada remanescente, cimentada, é que é a tão publicitada defesa da "calçada artística" ou da "boa calçada à Portuguesa"?
 
 

2 comentários:

Tiago Fino disse...

Será uma tentativa de melhorar o atravessamento para as pessoas que mal ou nada vêem.
Lembram-se desta senhora?
http://cidadanialx.blogspot.pt/2015/11/ana-sofia-antunes-e-primeira-secretaria.html
Neste momento a Av. Rio de Janeiro está a ser transformada em "Zona 30" e todos os passeios estão a ser aumentados (COM calçada) e está a ser colocado este pavimento junto às passadeiras. Não me choca.
Se funciona ou não, os interessados dirão.

joao.filipe disse...

Este caso nada tem a haver com a Av. Rio de Janeiro onde se mantém a calçada integralmente, mas são colocadas as faixas no chão para cidadãos como a senhora que evoca poderem identificar corretamente as passadeiras.
Já agora, uma consulta ao plano de projeto para a Av. Rio de Janeiro não demonstra uma "zona 30" mas sim as vias da direita serem "vias 30" (segundo o plano, a "criação de faixa ciclável") e mistas automóvel/bicicletas.

http://www.cm-lisboa.pt/pavimentar-lisboa/detalhe/info/avenida-do-rio-de-janeiro