...

...

12/04/2017

E que lindo e "confortável" é este piso "à la" cais de metro, que passa a vigorar em pleno Campo das Cebolas! Bah!


11 comentários:

Ávila disse...

Adoro.
Finalmente as pessoas podem andar tranquilamente e usufruir do espaço público.
No outro dia na Graça vi umas crianças a andar de patins na faixa "confortável" do passeio. Pena não ser todo ele confortável (aka civilizado), mas para lá "caminharemos".

Anónimo disse...

Já não era sem tempo. É ver onde puseram este piso "à lá "cais de metro" o que é que as pessoas preferem.

Anabela disse...

Aquela estrutura de cimento que foi construída mesmo em frente ao edifício vermelho é horrorosa. Foi construída para receber e nivelar os equipamentos das esplanadas, mas podiam perfeitamente ter encontrado outra solução.

Ainda por cima vai ficar mesmo ao lado da Casa dos Bicos.

MrX disse...

E os candeeiros em palito... <3

Anónimo disse...

Faltam só os equipamentos de ginástica, máquinas de pedais, elípticas etc

Anónimo disse...

O que me choca é o facto de, para arranjar a fachada do prédio onde moro, ter de pedir uma licença especial porque é uma Zona Especial de Proteção. Não vamos fazer nenhuma modificação à fachada, mas apenas arranjar o marmorite que está todo estalado e pode pôr em perigo quem passa à frente do prédio.
Mas, contrariamente a um prédio que não esteja numa ZEP, em que apenas se precisa de licença de ocupação de via pública, aqui temos de fazer nova planta da fachada, contratar um arquiteto e fazer uma carrada imensa de papeladas!!
Afinal queremos uma cidade arranjada e segura, ou um pardieiro?! Será uma manobra para dificultar obras, aos que, responsavelmente as querem realizar, para depois aplicar a nova lei e agravar o IMI das casas?! Palhaços!!

Anónimo disse...

Pois, mas na Ribeira das Naus está muito melhor, com paralelos tortos, ao ponto de qualquer pessoa com dificuldades de locomoção se ver impedida de lá passar (pessoas em muletas ou cadeira de rodas). É a "democratização" só para alguns!

Anónimo disse...

Ávila, se gosta tanto de tudo o que é moderno, porquê morar ou passear no centro de Lisboa? Tem muito por onde escolher: expo, miraflores, av. Malhoa, Laranjeiras... Aí sim, há pisos planos, elevadores, garagens, tudo muito prático.

Anónimo disse...

Ou seja, pelo prisma aqui do Anónimo, se eu não gostar de dar cabo dos pés e do calçado a andar em cima de pedras, então que vá para outro sítio. Fabuloso.

Filipe Melo Sousa disse...

Até que enfim. Já parece que estamos num país desenvolvido. Muito melhor do que o arranjo inestético e anti-higiénico de terra e pedras soltas de antes.

Anónimo disse...

Total descaracterização da cidade de Lisboa.
Um pavimento de plástico que se em muito pouco tempo será uma fonte de lixo e maus odores irreversíveis, somente porque a CML quis dar uso uma compra mal comprada, pois creio que era este material que estava a ser destinado a ser usado na 2ª circular.