28/09/2017

Obras no Campo das Cebolas - Tanto barulho com a escadaria do cais para isto, sr. arquitecto?


Exmo. Sr. Arq. João Carrilho da Graça


C.c. PCML, VMSalgado, DGPC, AML e JF Sta Maria Maior

Há exactamente um ano, demos-lhe os nossos mais sinceros parabéns (http://cidadanialx.blogspot.com/2016/09/obrigado-por-incorporar-no-projecto-do.html) pelas suas declarações à imprensa (http://www.dn.pt/sociedade/interior/a-frente-ribeirinha-de-carrilho-da-graca-e-uma-novidade-cheia-de-pistas-para-o-passado-5378781.html), anunciando então que tinha decidido incorporar no seu projecto para o Campo das Cebolas, a escadaria aí encontrada (foto 1).

​Foto 1​
Passados 12 meses, é com enorme espanto que verificamos que tudo não passou de um equívoco e que o logro é completo: a escadaria, ao contrário do prometido e da exuberância monumental que a foto 1 documenta, encontra-se agora aparentemente reduzida a uma confrangedora "montra", deslocada para um cantinho na imensa cobertura desértica sobre o parque de estacionamento automóvel, como assinalado na foto 2.
​​
​Foto 2​
Inclusivamente, e à semelhança da obra no Terreiro do Paço e de todos aqueles péssimos exemplos que nos são dados pela colocação indevida de respiradores do Metropolitano de Lisboa (Rossio, Rua do Arsenal, etc.), verifica-se, aparentemente e até prova em contrário, um tremendo erro no cálculo das diferentes cotas, pois passámos a ter um Campo das Cebolas íngreme (em sentido ascendente, desde o belo arranjo paisagístico da área agora ajardinada até à Av. Infante D. Henrique). Pior, houve a necessidade de erguer um inenarrável muro de tijolo e pedra (foto 3), com mais de 2 metros de altura, do lado da Av. Infante D. Henrique, como modo de “camuflar”, supomos, as bocas de entrada no estacionamento subterrâneo. O resultado, além de feio, é a obstrução completa de vistas e perspectivas, e, a nosso ver, um atentado às boas-práticas do Paisagismo.
Foto 3
A cidade perde uma excelente oportunidade de ter a requalificação do Campo das Cebolas que merecia.

Melhores cumprimentos


Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Miguel de Sepúlveda Velloso, Luís Mascarenhas Gaivão, Virgílio Marques, Beatriz Empis, Luís Rêgo, Inês Beleza Barreiros, Fátima Castanheira, António Araújo, Fernando Silva Grade, Miguel Jorge, Rui Martins, Pedro Henrique Aparício, Júlio Amoim, Jorge Santos Silva, Martim Galamba, Nuno Caiado e Maria do Rosário Reiche

Sem comentários: