Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

24/04/2018

Vistas do Miradouro das Portas do Sol, hoje:



Enquanto isso, Alfama, 23 de Abril 2018, vista do Miradouro das Portas do Sol (fotos de Fernando Jorge)

6 comentários:

Anónimo disse...

...?

Vasco disse...

Os barcos param aí há décadas. A única diferença é que agora tem um terminal.

Johnny Lucas disse...

Anónimo Vasco disse...
Os barcos param aí há décadas. A única diferença é que agora tem um terminal.

Mas há décadas que era com menos frequência e de menor dimensão ...

LuisY disse...

Quando vejo um destes estes barcos de cruzeiro gigantescos, tenho sempre a impressão que é uma espécie de Centro Comercial Colombo a navegar, e que lá dentro há um enorme espaço interior com muitas escadas rolantes, centenas de lojas e quem lá viaja raramente olha para o mar.

Anónimo disse...


Um pavor.
Esperemos que este terminal seja desactivado por gerações de lisboetas menos obscurantistas e ignorantes que as de hoje.
E Lisboa tem dois dos Terminais de arquitectura e impacto mais relevantes do MUNDO !
Esta gente quer apagá-los da história, como agora se diz, "desmaterializá-los", termo na moda em leis, directivas e pensamento, da elite rasca com pretensões a novos deuses, que tomou o poder.
São os Terminais de Alcântara e da Rocha Conde de Óbidos.

Anónimo disse...


Eles têm mesmo nomes de artistas ...
Byrne, Aires, Siza,
são o marketing que faz calar os tolos, promovido por uma elite que odeia a nossa identidade, e odeia o que se fez de bom no passado, porque hoje ela só faz ... cócó.