Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

03/10/2018

Obra Edif. Rua do Zaire, 20 - Ampliação em colisão com PDM - Machadada no Bairro das Colónias


Exmo. Senhor Vereador
Arq. Manuel Salgado


CC. PCML, AML, DGPC, JF e media

Constatámos a colocação de andaimes no edifício da Rua do Zaire, nº 20, para prossecução de ampliação do mesmo, tendo tal licenciamento sido aprovado pela CML em 7 de Setembro de 2018.

Considerando que este prédio foi objecto de obras de conservação muito recentemente;
Considerando que este prédio faz parte do Bairro das Colónias, conjunto protegido pela Carta do Património do PDM em vigor;
Considerando que este mesmo bairro, pela sua importância e carácter únicos para a cidade, foi referido oportunamente por V. Exa. como sendo passível de classificação de Interesse Municipal;
Considerando, finalmente, o parecer veemente desfavorável do Núcleo Residente da Estrutura Consultiva do PDM relativo à referida ampliação;

Solicitamos que nos esclareça como é possível os serviços que V. Exa. tutela terem aprovado a ampliação do referido edifício, descaracterizando-o, descaracterizando o quarteirão e abrindo assim um sério precedente que porá inevitavelmente em risco a existência do Bairro das Colónias como conjunto genuíno e a preservar do nosso património Déco e Modernista.

Com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Luís Serpa, Júlio Amorim, Pedro Cassiano Neves, Pedro Ribeiro, Virgílio Marques, Fernando Jorge, Fátima Castanheira, João Oliveira Leonardo, António Araújo, Miguel de Sepúlveda Velloso, Maria do Rosário Reiche, Jorge Pinto, Miguel Jorge, Irene Santos

4 comentários:

Anónimo disse...

No meu prédio queremos arranjar a fachada que está a caír. É apenas arranjar. Não pretendemos alterar nada.
Mas como temos marquises numa zona das varandas, a CML não passa sequer a licença de ocupação da via pública.
Aqui altera-se a volumetria do prédio, altera-se a fachada, ofende-se o PDM e ... a CML deixa e aplaude.
Quanto é que pagaram e a quem para isto ser aprovado^? Corrupção ao mais alto nível.

Anónimo disse...

Caro anónimo, nada justifica uma marquise.

www.pedroguimaraes.net disse...

Gostaria de subscrever esta carta. Moro no 16. Alguém interessado em apresentar queixa na justiça? No meu caso vou literalmente perder a última réstia de luz a que tinha acesso nas traseiras.

Nuno Matos disse...

Louvando desde já o trabalho do grupo da Cidadania LX, não consigo entender o que está errado nesta intervenção, considerando que:

- É uma obra na cobertura sem alteração da fachada;
- Esta ampliação é contida na altura máxima da edifício e no plano a 45º desde o topo da fachada;
- Não é evocada a violação em concreto de nenhum artigo do PDM.

Há que compreender que, para que uma cidade viva, algumas intervenções no edificado existente podem ser enquadradas com sensibilidade e sustentabilidade. Este parece ser um caso.