...

...

10/10/2016

Empreitada de Requalificação do Espaço Público Eixo Central / Av. República / Detalhes a corrigir


​​Exmo. Senhor
Vereador Manuel Salgado​


Chamamos a atenção de V. Exa. para alguns pormenores da obra que decorre da empreitada de Requalificação do Espaço Público no Eixo Central, mormente na Avenida da República, e que a nosso ver merecem ser corrigidas enquanto é tempo:

Referimo-nos, por exemplo, à ciclovia que acaba "drasticamente" como a foto em anexo dá conta; à grelha de ventilação do metropolitano junto à antiga Feira Popular que, para lá de elemento espúrio da futura Avenida da República, constitui um sério obstáculo aos invisuais; a má aplicação da calçada, o que fará com que muito em breve a mesma abra buracos, e a falta de qualidade nos detalhes do desenho das caravelas, se compararmos com outros locais onde as mesmas estão desenhadas (ex. Av. Almirante Reis/Pç. João do Rio).​

​Com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho e Rui Martins

Lisboa, 5 de Setembro de 2016

...

Resposta do Senhor Vereador Manual Salgado:

4 comentários:

Julio Amorim disse...

Temos por Lisboa verdadeiros trabalhos de mestre no que toca a calçada - o que parece não ser o caso aqui. Mas essa profissão de fácil nada tem....

Anónimo disse...

Mais uma bela passadeira para peões. As ciclovias da FPM e do Marquês, ainda meio acabadas, já são um local predilecto para levar malas com rodas e os transeuntes andarem lado a lado a olhar para o telemóvel. Em parte compreende-se - entre um tapete e um caminho de pedras, adivinhem lá qual é que as pessoas escolhem?

Rui Martins disse...

Está confirmado a minha impressão ao passar por lá e tirar as fotografias:
havia mesmo algo de muito errado com a execução daquela calçada.
Mais uma vez o Forum fez a diferença:
sem a nossa chamada de atenção esta calçada artística grosseiramente executada podia ter ficado para sempre!

Rui disse...

Caros, podem esclarecer-me as seguintes questões: No quarteirão da Av. da Republica entre a Av. Elias Garcia e a Av. Visconde de Valmor já se vai vendo o resultado final e comparo o mesmo com o esquema do projecto constante na página da CML e acessível a todos.

Qual será a explicação para a discrepância identificada e qual o motivo porque a faixa do dito "passeio confortável" duplicou de tamanho face ao projecto?

https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14572202_10209147554199310_5358446193754153653_n.jpg?oh=0967d4a2e4922987611dec834345c5df&oe=589F2BDA

É que isso tem várias consequências... a primeira sendo esta que está ilustrada abaixo, à custa da nossa calçada portuguesa!

https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14517625_10209148039211435_4758716950552751718_n.jpg?oh=6b395518e075911f13f37ade8e39b31e&oe=5873C711

E então andamos mais um pouco na avenida e chegamos ao local onde deviam estar as barcas! Como se vê em anexo, no projecto elas constam mas na realidade não! Como a faixa de passeio confortável é o dobro, as barcas não cabem... Qual a sua explicação?

https://scontent.flis5-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/14650756_10209151444416563_9008788542548690684_n.jpg?oh=c7e63e1f71ee34886bc2e9f315ad4843&oe=5863819F