Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

16/10/2016

DEMOLIDO: Calçada da Estrela, 145

Mais uma demolição, na Calçada da Estrela. Mais uma falsa reabilitação, e muito provavelmente teremos aqui mais uma impermeabilização de logradouro para abertura de caves de garagem.

6 comentários:

Anónimo disse...

Estará assegurada a manutenção do logradouro, conforme determina o PDM em vigor ?

Pinto Soares

Anónimo disse...

IMPERMEABILIZAÇÃO.

As inundações estão à porta.

Esperemos que não sejam cheias a sério.

O Povo já compreendeu a relação entre impermeabilização do solo e cheias ?

NÃO.

O Povo quer é garagens para guardar os pópós.

Por isso continuam a escolher estes governantes da Polis.

Emigrem para a Holanda se querem aprender alguma coisa.

HOLANDA não vem no mapa da nossa inteligência.

Anónimo disse...

A obra é minha. Vai ser uma moradia unifamiliar com projeto do arq. João Pedro Falcão campos. Uma mais valia para uma rua em que os prédios andam a cair aos pedaços. E por acaso não há caves. Está tudo dentro das exigências da câmara.

Anónimo disse...

Esperemos não ter uma fachada em vidro com gravação de um padrão em flores!

cumprimentos

Anónimo disse...

Moro ao lado e o que me é dado a ver embora ainda em construção muto lenta deixa adivinhar algo muito feio.

Anónimo disse...

Moro ao lado e pelo que me é dado a ver nesta obra muito, muito lenta o que aí vem adivinha-se horrendo... Receio mais uma daquelas construções cheias de tiques de arquitecto, nas traseiras, onde nascerá o jardim com a respectiva piscina já fizeram erguer uns novos muros extremamente altos que quem olha parece que está a ver uma gaveta de um armário em ponto gigante e existe já uma enorme pala redonda ao nivel do 1º piso que será certamente toda em vidro, tudo muito estiloso, muito noveau riche. E gostava de dizer que na Calçada da Estrela os prédios não estão a cair aos bocados como alguém escreveu, a minha casa sim tem tectos a cair por causa desta obra e receio que pelas dificuldades de comunicação com os supostos responsaveis desta obra interminável fique sem os meus prejuizos corrigidos...