Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

23/02/2018

Obras na Sé de Lisboa - Parecer do LNEC?


Exmo Sr. Presidente do LNEC
Eng. Carlos Alberto de Brito Pina


C.c. Patriarcado, Sec. Bens Culturais da Igreja, Vicário da Sé, CML e DGPC

Constatando o início das obras de musealização do claustro da Sé de Lisboa, vulgo “Projeto de Recuperação e Valorização da Sé Patriarcal – Instalação do Núcleo Arqueológico e Recuperação do Claustro”, e que as mesmas terão um profundo impacto a nível do solo;

E considerando a importância da Sé Patriarcal de Lisboa, Monumento Nacional, e o local sensível em que esta intervenção se realiza;

Serve o presente para questionar essa prestigiada instituição se foi solicitado parecer técnico ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil, para os devidos efeitos.

Na expectativa, apresentamos os nossos melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Miguel de Sepúlveda Velloso, Bernardo Ferreira de Carvalho, Maria do Rosário Reiche, Bruno Rocha Ferreira, Júlio Amorim, Luís Mascarenhas Gaivão, Pedro Malheiros Fonseca, Fernando Silva Grade, Rosa Casimiro, Luís Rêgo, Maria de Morais, Luís Serpa, Gonçalo Cornélio da Silva, Rui Martins, Maria João Pinto, Irene Santos, Jorge Pinto, Alexandra Maia Mendonça, Mariana Carvalho, Pedro Henrique Aparício, João Pinto Soares, José Filipe Toga Soares, Fátima Castanheira, Bruno Palma

3 comentários:

Anónimo disse...


É imprescindível garantir a Salvaguarda da Sé de Lisboa, com quase 900 anos, e uma das seis no planeta que é Sé Patriacal, desde o reinado de D. João V.

Como é possível um Cardeal Patriarca tomar uma decisão destas, sem debate com a Conferência Episcopal, com os fiéis e com os portugueses ?

Muito bem esta carta ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil, um estudo de comportamento sísmico irá inviabilizar este projecto bárbaro, com uma porta nova, um chocante elevador contemporâneo e ainda uma enorme laje de betão no Claustro, assente em pilares ao redor, um autêntico Bunker, que em caso de sismo provocará a derrocada de boa parte das arcadas e da muralha a sul.

É preciso PARAR esta loucura!


Anónimo disse...

Pessoalmente,o que gosto mais nas catedrais, conventos, etc. são os claustros; lugares de reflexão pelo que devem ter água e árvores.

Não sei qual a importância dos achados arqueológicos que determinam tal alvoroço.

Gostaria de ser informado.

Pinto Soares

Anónimo disse...


Será que quem aprovou este projecto será responsabilizado se acontecer uma derrocada ?