...

...

02/11/2016

Hotéis de Salgado & Cia.



Dois prédios Arte-Nova na Rua Rosa Araújo. Perfeitamente viáveis, menos para o gabinete do urbanismo que acha que esta arquitectura não é para ser valorizada e muito menos preservada.

O vereador não gosta desta época, não gosta dos gaioleiros, não gosta de prédios de rendimento e moradias da Lisboa Entre-Séculos. O pior é que também não gosta de prédios pombalinos, de palácios barrocos e renascentistas, de casas e prédios pré-terramoto. Os exemplos são vários e sempre muito maus. palácio Santiago, palácio da Anunciada, casa apalaçada na Rua das Trinas, casa pombalina na Rua da Lapa e mais um enorme etc.

E estes dois. São agora hotéis muito lustrosos e cheios de conceitos e de spas. O diálogo entre o chapéu de vidro e aço e as cantarias originais é assustador.

Lisboa está hoje uma cidade cada vez mais descaracterizada.

4 comentários:

LuisY disse...

Mas que monstro!!!

Realmente é complicado arranjar adjectivos adequados a esta obra de modernização. Parece haver uma falta de gosto total entre os arquitectos e quem aprova estes projectos na CML.

O Gastão Brito e Silva do blog ruinarte tinha uma rubrica, que era o prémio Valmau, onde se podia escolher o prédio mais feio de Lisboa.

Julgo que neste blog se poderia fazer uma coisa semelhante para selecionar a intervenção mais aberrante em edifícios históricos.

Um abraço e obrigado por denunciarem esta situação

Rui disse...

A primeira foto é elucidativa!

Parece que as varandas do condomínio "Parque Rio Expo" acabaram de aterrar ali! Ou serão do condomínio metrocity?

Medonho!

Anónimo disse...

Que terá passado pela cabeça de Frederico Valsassina?!...

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

Caro LuísY,


Obrigado pelo comentário e por seguir o trabalho deste blogue.