...

...

14/12/2016

S.O.S. Salvaguarda e recuperação do conhecido "Prédio do Tijolo" (Estrela)


Exmo. Senhor Vereador Manuel Salgado


C.c. PCML, JF Estrela, AML, DGPC e media

No seguimento das notícias de última hora dando conta da evacuação pela Protecção Civil dos moradores do edifício sito na Rua Possidónio da Silva, 19-31, mais conhecido por "Prédio do Tijolo", no seguimento de uma inspecção feita ao local, somos a solicitar a V. Exa. que desenvolva urgentemente todos os esforços considerados necessários para a salvaguarda e recuperação integral deste edifício emblemático da cidade.

De facto, o "Prédio do Tijolo", que foi mandado erigir por José Joaquim de Almeida Junça, em 1891-1892, para habitação de operários da Cerâmica Junça (Fábrica Progresso Artístico), que existia defronte na mesma rua, ex-libris de toda uma era industrial na cidade de Lisboa, é um edifício notável do ponto de vista plástico, mormente pela sua fachada de grande riqueza cromática e beleza nas formas geométricas, bem como pelo uso do ferro (galerias a tardoz).

É assim um exemplar único na cidade, inexplicavelmente ainda por classificar, que importa preservar, tanto mais que a CML anunciou recentemente a excelente iniciativa de recuperar algumas das vilas e dos pátios operários de que é proprietária. Não sendo este o caso presente, porque se trata de propriedade particular, é porém este um caso de oportunidade para que, também aqui, no campo da habitação social de cariz operário, a CML adopte as boas práticas, optando pela posse administrativa deste edifício e pela execução de obras coercivas.

Na expectativa, subscrevemo-nos com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Júlio Amorim, Miguel Atanásio Carvalho, José João Leiria, Miguel de Sepúlveda Velloso, Inês Beleza Barreiros, Maria Ramalho, Rui Martins, Jorge Pinto, Gonçalo Cornélio da Silva, Pedro Henrique Aparício, Fernando Silva Grade e Pedro de Souza

Fotos: Apontamentos de Lisboa

http://ocorvo.pt/2016/12/13/junta-de-freguesia-da-estrela-acusa-camara-municipal-de-lisboa-de-ignorar-desalojados/
http://ocorvo.pt/2016/12/13/junta-de-freguesia-da-estrela-acusa-camara-municipal-de-lisboa-de-ignorar-desalojados/

5 comentários:

Henrique Oliveira disse...

Obrigado.

Julio Amorim disse...

Este exemplar raríssimo nas nossas latitudes, só pode se preservado de maneira EXEMPLAR.
Poderia passar despercebido em Göteborg, köbenhavn ou Hamburg....mas em Lisboa é realmente uma prenda e um orgulho para a cidade.

Anónimo disse...


Outra peça de arquitectura, rara em Portugal, e com excelente trabalho decorativo.
Parabéns ao Fórum pela intervenção !

Anónimo disse...

infelizmente com petições ou sem petições as famílias continuam desalojadas no qual engloba crianças, idosos etc... continuam a mudar se constantemente entre casas de familiares e amigos para terem onde dormir pelo qual se está a tornar uma situação deplorável mas pelo vou ouvindo foi indicado a estas famílias ficarem alojadas numa pensão , situação que foi declinada pelos mesmas uma vez que as condições de higiene eram quase tantas como as baratas que se viam fugir quando passavam .

Anónimo disse...

Uma lamentável que os desalojados ainda não tiveram uma palavra por parte dos senhorios não atende as chamadas que fazemos mandamos vartas registadas a pedir realojamento e vieram todas para trás uma vergonha