Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

22/05/2018

Construção estacionamento RSB Graça - Impacto em São Vicente de Fora - pedido de esclarecimentos à DGPC e ... protesto ao PCML

Exma. Senhora Directora-Geral
Arq. Paula Silva


C.C. PCML, AML, JF e media

Em face da obra de construção do 2º piso do parque de estacionamento nos antigos terrenos do Regimento de Sapadores Bombeiros da Graça, nas traseiras do Liceu Gil Vicente e com entrada pela Rua da Verónica, cuja foto em anexo demonstra de forma inequívoca o impacto negativo nas vistas dos imóveis classificados (Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora, e Palácio Teles de Menezes);

Considerando o evidente impacto que uma obra desta envergadura também representa em termos estruturais para o Palácio Teles de Menezes e o respectivo muro de sustentação sobre a Rua da Voz do Operário;

E considerando ser 2018 o Ano Europeu do Património Cultural;

Solicitamos a V. Exa. que nos esclareça sobre qual o parecer emitido pela Direcção-Geral do Património Cultural em relação a esta obra de responsabilidade da CML.

Com os melhores cumprimentos


Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Miguel Atanásio Carvalho, Jorge Pinto, Alexandra de Carvalho Antunes, Gonçalo Cornélio da Silva, Júlio Amorim, Luís Mascarenhas Gaivão, António Araújo


Foto in Facebook

...

Exma. Senhor Presidente da CML
Dr. Fernando Medina


C.C. AML, JF e media

Reconhecendo o problema que existe em termos de estacionamento automóvel na zona da Graça, não podemos deixar de protestar junto de V. Exa., pelo facto da CML ser a promotora da construção do parque de estacionamento nos antigos terrenos do Regimento de Sapadores Bombeiros da Graça (traseiras do Liceu Gil Vicente e com entrada pela Rua da Verónica), cuja construção não só põe em causa a estabilidade estrutural do Palácio Teles de Menezes e o muro de sustentação para a Rua da Voz do Operário, como, o 2º piso do referido parque terá um forte impacto negativo nas vistas dos imóveis classificados (Igreja e Mosteiro de São Vicente de Fora, e Palácio Teles de Menezes), quer da rua quer dos próprios.

Parece-nos que, em Ano Europeu do Património Cultural, é esta uma forma completamente errada da CML se associar à efeméride.

Fazemos votos para que a solução encontrada para o 2º piso ainda possa ser objecto de correcção, a bem da cidade.

Com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Gonçalo Cornélio da Silva, Júlio Amorim, Beatriz Empis, António Araújo, André Santos, Eurico de Barros, Alexandra da Carvalho Antunes, Pedro Janarra, Jozhe Fonseca, Luís Mascarenhas Gaivão, Fernando Silva Grade, Jorge Pinto, Bruno Palma, Maria Ramalho, Fátima Castanheira

2 comentários:

maria costa disse...

Esqueceram-se de mencionar as capelas forradas a azulejos e a muralha fernandinas destruìdas, como aconteceu nas obras há uns anos no Gil Vicente...

Anónimo disse...


Outro atentado ao Património!