NÃO PERCA:

NÃO PERCA:

24/01/2008

Concurso de ideias para o Parque Mayer:

Exmo.Senhores Presidente da CML e Vereador do Urbanismo e Reabilitação Urbana, Dr. António Costa e Arqº Manuel Salgado


Constatado o regulamento do concurso de ideias (em boa hora lançado pela CML) para para o Plano de Pormenor do Parque Mayer, e uma vez que do mesmo se infere não ser possível a apresentação de candidaturas por parte de cidadãos que não em "equipa técnica" de que façam parte, forçosamente, arquitectos e arquitectos paisagistas; vimos por este meio enviar as nossas ideias (documento em ANEXO) enquanto lisboetas interessados num futuro brilhante para o Parque Mayer, e na espectativa de que algumas delas sejam aproveitadas no que há-de ser o novo Parque Mayer, mas, sobretudo, sirvam de auxiliar ao júri na avaliação das candidaturas.

Pode a CML contar connosco, e com o movimento de que fazemos parte - Fórum Cidadania Lx - em tudo quanto contribua para que o Parque Mayer possa ser o que já foi: um local central de diversão e lazer, com equipamentos de qualidade, abertos a todos, onde se possa respirar ar puro e que sirva de efeito alavanca à Avenida da Liberdade, Restauradores, Rua das Portas de Santo Antão, etc.

Sem outro assunto de momento, subscrevemo-nos com os melhores cumprimentos

Bernardo Ferreira de Carvalho e Paulo Ferrero


Foto: BFC

7 comentários:

Tiago R. disse...

Penso que aí está "um punhado de boas ideias"!

Agrada-me especialmente a ideia de algumas das demolições dentro do Parque Mayer. É preciso separar o trigo do joio e nem tudo o que lá está merece ser preservado.

Aprecio também a ideia de deixar automóveis e estacionamentos do lado de fora.

No entanto, não posso absolutamente concordar com a ideia de privatizar o Jardim Botânico.
A única maneira de um privado lucrar como JB era através da cobrança de entradas a preços exorbitantes.
Sei que o problema é complexo. Mas há ali um valor a preservar e deve ser constituída uma parceira entre a UL, a CML e o Governo, no sentido de que continua a ser um parque público!

Anónimo disse...

A ideia de privatizar o Jardim não me agrada nada. Os jardins da cidade devem continuar na posse da mesma. Creio também que para possibilitar tal e, para rentabilizar o investimento, o Jardim seria obrigado a modificações drásticas. Nestas ideias falta-me também uma entrada do PM para o JB (ou está lá?). De resto estão ali muito boas coisas, e não foi necessário gastar uma fortuna a consultar o sr. Gehry :-(

JA

Castelo Branco disse...

Cada macaco no seu galho.
Sapateiro põe solas.
Medico passa receitas.
Arquitecto desenvolve projectos.
Imagine:
Arquitecto a por solas.
Sapateiro a passar receitas.
Medico a desenvolver projectos.
Em cada galho o seu macaco.

Filipe Melo Sousa disse...

"Arquitecto a por solas.
Sapateiro a passar receitas.
Medico a desenvolver projectos.


muito bom, muito bom...

gostei sobretudo da parte de deixar o estacionamento de fora. claro, os senhores deste blogue têm que continuar a implicar com o estacionamento "irregular", por isso toca a embargar a construção de parques.

Filipe Melo Sousa disse...

ocorreu-me a ideia de que alguém vai sugerir o parque do marquês como alternativa...

Anónimo disse...

és um homem cheio de ideias!

Anónimo disse...

podres, é certo, mas a transbordar de ideias...