20/10/2012

reclamos ilegais e feios nas Farmácias de Lisboa

...à atenção das "Farmácias Portuguesas», aqui temos um bom exemplo de reclamo/sinalética numa farmácia no centro de Zurique na Suiça. Simples: colocar o reclamo, luminoso ou não, atrás do vidro da montra/vão. Mas há, felizmemnte, também bons exemplos em farmácias de Lisboa - o que torna ainda mais incompreensível a bárbara escolha dos proprietários da Farmácia Magalhães na Av. Almirante Reis, ou ainda os maus exemplos das farmácias Progresso na Rua D. Pedro V e   Cortez na Rua de S. Nicolau. Mas agora que já é público que estes reclamos são ilegias, sem qualquer licença, vamos aguardar e ver a competência da CML para por ordem na nossa cidade.

1 comentário:

Rafael disse...

E então aqueles reclamos super luminosos e sempre a piscar?