...

...

16/09/2015

A propósito das comemorações (pífias) dos 250 anos do nascimento de Bocage, e porque recordar é viver,


Aqui fica o resumo da "homenagem" de Lisboa à casa onde ele morreu, na Travessa André Valente, 23-25, Bairro Alto (ao fundo da rua paralela ao silo da Calçada do Combro), prédio simples mas de disposição pombalina, integralmente conservado, como na época em que Bocage nele morou, e cujos interiores já eram... Ah, é verdade, este edifício pertence ao tal Conjunto de Interesse Público chamado Bairro Alto. Homenagens... :-(


Fotos: Joshua Benoliel (1905) - Descerramento da lápide à memória do falecimento do poeta Barbosa du Bocage, por cima do número 25, via http://ruasdelisboacomhistria.blogspot.com - e http://osinteressesdela.blogspot.com.

Sem comentários: