Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

12/07/2014

A impunidade na noite de Santos é para a Junta de Freguesia da Estrela uma . . . incomodidade








Todas estas fotografias são recentes. Todas estas fotografias pecam por defeito. Nelas não está o barulho ensurdecedor de centenas de adolescentes e jovens, a maior parte dos quais embriagados, nelas não está o ruído da música que os bares bombeiam até às 4h da madrugada, tornando virtual o nosso repouso, nelas não estão os urros e as zaragatas da multidão que enche a via pública e o jardim classificado, nelas não estão as plantas arrancadas, os vómitos, os pontapés nas caixas metálicas de electricidade, as corridas de motos, o concerto de buzinas de carros que os amigos fazem entre si, os petardos que rebentam por puro gáudio e por quem sabe que nada nem ninguém os impedirá de se "divertirem"  à noite, roubando aos moradores o legítimo direito ao repouso. Pois bem, perante este estado de coisas, a Junta de Freguesia da Estrela, considera estes problemas de Ambiente, Património e Saúde Pública, como meras . . . incomodidades. Siga, pois a mega rave. Os habitantes que abandonem o centro histórico. Estão lá a mais.

3 comentários:

Anónimo disse...

É nisto que se tranformou a cidade de Lisboa. Num campo de batalha de gente drogada e bêbada, que emporcalha tudo, incomoda, amedronta e ameaça os moradores destes locais (pessoas pacíficas e normais), para poder fazer tudo o que lhes apetece.

O que aqui se vê é só uma pequena amostra de como a cidade está, das gentes que a frequentam (não propriamente moradores, todos os que fazem isto).

E ainda há quem venha defender esta gentalha.

E ainda há, por aqui, quem venha dizer que as ruas estão sujas porque há falta de papeleiras, e que nas outras cidades da Europa isto é normal, desde que logo a seguir venha um batalhão de varredores de rua para limpar isto tudo.

E o vandalismo? E os estragos? E as ameaças ao bem estar das populações? E a tranquilidade e segurança de viver numa cidade capital de um país europeu?!

Há que atuar com força, se necessário.

Os habitantes da cidade, os cidadãos pagadores de impostos e cumpridores da lei e das normas de civilidade merecem bem melhor do que isto.

Anónimo disse...

Já passei por esse jardim estando ele num estado ainda bem mais asqueroso que o documentado pelas fotos...

Anónimo disse...

Não é por eventualmente ter estado num estado ainda pior do que aquele que se vê, que passa a estar bem.
O vandalismo, a degradação e a porcaria não podem ter lugar na nossa cidade. Quem quiser estragar e emporcalhar pode sempre fazer da sua casa pessoal uma pocilga, e deixar o que é de todos fora disso.