17/07/2014

Palácios Barrocos: Lisboa versus Munique

 Antigo Palácio do Patriarca no Campo dos Mártires da Pátria 
  Ferragens furtadas em pleno Campo dos Mártires da Pátria 
MUNIQUE:
 Palácio Holnstein, actual residência oficial do Bispo de Munique

 Os cidadãos são informados dos nomes, datas e autores dos palácios da sua cidade
Na sequência da série de posts do nosso colega Miguel Velloso sobre a triste sorte dos palácios de Lisboa, deixo ficar aqui para comparação o antigo Palácio do Patriarca de Lisboa e o Palácio Holnstein, residência do Bispo de Munique. O nosso Palácio no Campo dos Mártires da Pátria em nada fica a dever ao seu congénere em Munique - antes pelo contrário, é uma obra de grande qualidade, com fachada barroca erudita, integralmente em cantaria, ao contrário do exemplar de Munique em "tijolo e reboco". Mas onde o Palácio Holstein ganha é no brio, estima e orgulho com que é tratado e vivido. Porque o antigo Palácio lisboeta está fechado e abandonado à sua sorte já lá vai pelo menos 1 década. Envolvido em mais um projecto de "hotel de charme", especulativo e de gosto duvidoso, vai sendo roubado, vandalizado e apodrecendo com as águas das chuvas que já entram pelos telhados, trapeiras rotas e vidraças partidas. Lisboa, pérolas a porcos? 

4 comentários:

Anónimo disse...

Numm país de gente civilizada acontece como em Munique. Num país de gente selvagem, anormal e vândalos que se estão "cagando" para o seu património histórico, acontece como em Lisboa.

Anónimo disse...

Não entendo como é possível negligenciar uma casa assim! Se fosse minha...

Anónimo disse...

O mal que foi feito já é tanto..
Estávamos nó bem se fossem só os Palácios.
Esta cidade é ingovernável!

Acabo de vir ali das imediações do Palácio Nacional da Ajuda e deparei-me com cada cancro urbanístico e arquitectónico que nem vos digo..
A Rua do Rio Seco é o seu expoente máximo!

https://www.google.pt/maps/place/Instituto+Superior+de+Agronomia/@38.70659,-9.193029,3a,75y,222.6h,91.23t/data=!3m4!1e1!3m2!1shuru9SxNmyBi7felLTxiRg!2e0!4m2!3m1!1s0x0:0xd06c81aa246bddf

jac disse...

Isto sim é um verdadeiro crime!