...

...

30/04/2016

(JBT IV) Falta de...?


Palácio dos Condes da Calheta


Sobre as duas primeiras fotos não há muito a dizer....é assim um pouco por toda Lisboa e, quanto mais nobre a casa, mais abandalhada. Tudo edificado num Portugal imensamente mais pobre.


Sobre esta  última fotografia gostaria de aqui deixar umas pequenas questões aos responsáveis por este jardim:

Este trapo aqui hasteado obviamente há largos tempos....simboliza o quê ?
Ninguém que por aí aufere um salário se deu ainda ao "trabalho" de retirar esta vergonha..porquê ?
Quem oriundo de outras paragens se depara com este cenário, pensa o quê do vosso/nosso - profissionalismo - brio - competência ?  

Ou isto também cai no habitual saquinho de queixas.."falta de verbas" ?

6 comentários:

Anónimo disse...

O conceito de saquinho de queixas é grandioso, sobretudo num blog que é um caldeirão da desgraça.

Anónimo disse...

A bandeira cinzenta para mim está muito bem colocada. Representa o estado de degradação em que o palácio se encontra.

MP Carvalho disse...

Ao 1º anónimo .. qual a sua sugestão para se contribuir para alterar o que não está bem em Lx ? Ah ok, possivelmente trabalha ali e não gostou deste artigo em particular .. ok, se for assim percebo inteiramente

Julio Amorim disse...

Pode ser isso anónimo das 8:06....mas não somos os cozinheiros.

Anónimo disse...

Não são, mas tomam lá banho todos os dias!

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

reagindo ao anónimo culinário,

este e outros posts são redigidos por quem gosta e se preocupa porLisboa.

De nada serve meter a cabeça na areia e achar que td corre às mil maravilhas; que a destruição de interiores em vez de ser vista cm fachadismo é defendida como reabilitação, que as podas e abates do arvoredo são tidas como arborizações e não como o que são na verdade: atentados ao ambiente e à biodiversidade, que a noite desbragada, o aumento da insegurança, são louvados como uma cidade viva e com boa qualidade de vida e u enorme etc.

Quem quer ver nesta gestão camarária uma competente e zeladora dos elevados valores patrimonial está no seu direito, não pode é vir para aqui falar de caldeirões e cozinheiros e outras graças do mesmo género. Porquê? Porque é vender gato por lebre o que como sabemos não é uma coisa desejável, nem séria.