...

...

21/07/2016

Edifício modernista do Bairro do Maria Amália - pedido de intimação de obras à CML


Lisboa, 9 de Junho de 2016


Exmo. Senhor Vereador
Arq. Manuel Salgado


​Cc. PCML, AML, JF Avenidas Novas, Media

​ Desde há já vários anos que o edifício sito gaveto da Rua Sampaio e Pina, nº 30-36, com a Rua Rodrigo da Fonseca, nº 184, se encontra conforme as fotos documentam. ​Ultimamente, a protecção colocada para protecção dos transeuntes ameaça colapsar.

Como é do conhecimento de V. Exa., este belo edifício modernista de 1935 do bairro do Maria Amália – bairro que ainda conserva dos melhores exemplares tardo déco-modernistas de Lisboa - está inscrito na Carta Municipal do Património com o nº 50.66.

Solicitamos a V. Excelência que dê indicações aos serviços da CML para intimarem o proprietário a fazer as necessárias obras de conservação e recuperação do imóvel, uma vez que a sua crescente degradação poderá colocar em risco a sua recuperação a médio prazo, o que a verificar-se seria uma imensa perda para o património do século XX da cidade de Lisboa e daquele bairro em particular.

Solicitamos igualmente que nos indique se deu entrada na CML algum pedido de informação prévia, qual o âmbito e qual o parecer entretanto formulado pelos serviços.

Muito obrigado.

Com os melhores cumprimentos​

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Júlio Amorim, Luís Marques da Silva, Nuno Caiado, António Branco Almeida, Paulo Lopes, Jorge Santos Silva, José Filipe Soares, Maria do Rosário Reiche, António Araújo, Jorge Pinto, Miguel de Sepúlveda Velloso, Fernando Jorge e Miguel Lopes Oliveira

Fotos: Comissão Moradores do Alto do Parque

...

Resposta do Sr. Vereador Manuel Salgado:


9 comentários:

Anónimo disse...

"Intimar"...? Espero que a CML nunca me aborde na rua e me "intime" a carteira!

Miguel Jorge disse...

Acho muito bem .Concordo e se precisarem do meu nome disponham.Miguel Fernandes Jorge

Anónimo disse...

E se o proprietário não tiver dinheiro para obras?

RMelo disse...

O edifício está à venda por uns meros 4.300.000€. http://www.remax.pt/Edificio-Habitacional-Venda-Avenidas-Novas-Lisboa_120611194-713

Filipe Melo Sousa disse...

e quem paga as obras?

Anónimo disse...

"Intimar"...? Espero que a CML nunca me aborde na rua e me "intime" a carteira!"

Já o faz através da nova Taxa Municipal de Protecção Civil, que vai todos os anos direitinha para a sua caixa do correio.

Anónimo disse...

O sr. Melo está sempre em grande.

Se não tem dinheiro para as obras, arranje financiamento ou entregue o prédio à CML, ou ainda que a CML exproprie. Agora colapsar-se em cima de alguém é que não. Mas se bem conheço as pessoas que mandam, 1º tem que haver uma desgraça e só depois é que se resolve a situação.

Anónimo disse...

Qualquer dia um novo proprietário faz obras e põe à venda apartamentoscbem caros ou aluga-os a turistas, e aparece um novo artigo aqui no blogue a dizerem mal.

Filipe Melo Sousa disse...

O Sr. Anonimo das 10:13 retira um grande prazer da desgraça dos outros, e aprecia muito a actividade de chicotear proprietários falidos que andam há 50 anos a receber 10€ de renda e a pagar obras para beneficiar caloteiros que vivem à borla no seu prédio.