Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

26/08/2014

Brazões do Jardim da Praça do Império em risco?


Era assim:

E está assim:

...

E a coisa não passaria da cíclica incúria, incompetência e incapacidade da CML em matéria de jardins, mas eis que o Blog de Lisboa garante que «MUNICÍPIO DE LISBOA QUER DESTRUIR OS JARDINS DA PRAÇA DO IMPÉRIO

Existe na Câmara Municipal de Lisboa um plano para apagar os brasões nos espaços ajardinados

Na sequência do artigo que ontem aqui publicámos referente ao estado de abandono a que estão votados os jardins da Praça do Império, na zona histórica de Belém, recebemos via facebook a informação da Junta de Freguesia de Belém denunciando a intenção por parte da Câmara Municipal de Lisboa em destruir os brasões existentes nos espaços ajardinados e que constituíram sempre uma magnífica obra de arte da jardinagem na nossa cidade. [...]»

...

Ora, se assim for, trata-se uma tremenda DESTRUIÇÃO DELIBERADA e isso é MUITO GRAVE.

7 comentários:

Carlos Gomes disse...

http://www.publico.pt/local/noticia/camara-de-lisboa-vai-acabar-com-brasoes-das-excolonias-do-jardim-da-praca-do-imperio-1667709?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+PublicoRSS+(Publico.pt)#/0

Julio Amorim disse...

Era um Portugal bem mais pobre, mas tinha excelentes jardineiros....e jardins bem tratados.

Paulo Ferrero disse...

Sobre este assunto, aqui fica o esclarecimento da CML; a quem interessar: http://www.cm-lisboa.pt/noticias/detalhe/article/brasoes-do-jardim-da-praca-do-imperio.
Sobre esta nota, fica uma nota: de facto, os canteiros estão há muitos anos sem tratamento e de brasões nada têm. Isso não quer dizer que se acabe com eles, claro. Mas convém não embarcar em cantigas... aguardemos, ou melhor, por mim, aguardo.

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

Saíu no Público de hoje a confirmação da destruição das armas das ex-colónias.

Isto vai de mal a pior

Anónimo disse...

Sugiro que os senhores António Costa e Sá Fernandes façam o jardim que querem à entrada da Alta de Lisboa, junto à Av. Álvaro Cunhal, e deixem os jardins dos Jerónimos sossegados.

Anónimo disse...

O quero posso e mando do Sr. Sá Fernandes é característico de quem não passa de um fascistóide.
Esta medida é absolutamente revoltante, parece que Portugal nasceu no dia em que esta criatura chegou a vereador.
José

Carlos Gomes disse...

Nos jardins da Praça do Império, pretendem destruir os brasões... e, no jardim da Estrela, na Tapada das Necessidades e nos jardins da Praça Afonso de Albuquerque o que pretendem?

http://bloguedelisboa.blogs.sapo.pt/em-belem-o-municipio-de-lisboa-quer-87974

http://bloguedelisboa.blogs.sapo.pt/em-belem-o-municipio-de-lisboa-quer-87235

http://bloguedelisboa.blogs.sapo.pt/quem-acode-ao-miradouro-do-jardim-da-46217