...

...

13/09/2016

Av. Almirante Reis 24: a praga dos estores nas janelas

Este imóvel do princípio do século XX, que tinha caixilharias originais de madeira bem desenhadas e cuidadas, foi recentemente alvo de obras descuidadas e que desvalorizaram o valor patrimonial. Tectos de estuques trabalhados originais foram tapados com tectos falsos e nas janelas foram aplicados estes estores de plástico brancos que se vêm na imagem depois de arrancadas todas as caixilharias originais assim como as portadas de madeira dos interiores.  

10 comentários:

Anónimo disse...

Bem podiam alargar os passeios da Avenida Almirante Reis e retirar aquele separador central que além de inútil só está ali a roubar espaço.

E para além disso as árvores do separador central deveriam era ter sido plantadas nos passeios laterais.

Anónimo disse...

Entretanto em Alfama:

https://www.facebook.com/pedromatosgameiro/photos/pcb.627814117377592/627812910711046/?type=3&theater

https://s13.postimg.io/m74u1mcxj/28976657283_0cfc477a2c_o.jpg

https://www.google.pt/maps/@38.7135965,-9.1271126,3a,75y,262.06h,88.4t/data=!3m6!1e1!3m4!1svbTqhP1_YybA4hlJ0VzL0Q!2e0!7i13312!8i6656

http://www.openhouselisboa.com/places/casa-em-alfama/

Anónimo disse...

Moradores labregos dá nisto.

Anónimo disse...

Odeio estores.... E por mim a almirante reis perdia uma faixa de rodagemem cada lado, dado que a da direita só serve para parar em segunda fila e entupir o trânsito. Essa avenida está a precisar urgentemente de uma volta.

Anónimo disse...

Np estrangeiro é raro ver estores deste tipo. Vê-se apenas em alguns predios recentes, antigos nunca. As marquises são outra porcaria que os tugas veneram.

LuisY disse...

O mais lamentável é que os prédios da época daquele que é aqui mostrado, tinham todos portadas interiores de madeira, que isolavam as casas do frio, do calor e do barulho. Eram normalmente muito bonitas e muitas delas eram feitas em pinho de Riga. Nas obras de remodelação desses apartamentos há uma verdadeira fúria contra as portadas, que são retiradas, postas cá fora nos contentores das obras e em sua substituição colocam estes estores medonhos, que se estragam em três tempos.

Por amor de Deus não me façam obras na Almirante de Reis, com separadores e passeios gigantescos. Esta cidade está um inferno com obras similares, cujos resultados me parece que irão ser catastróficos para a circulação, quer dos automóveis, quer dos transportes públicos.

Um abraço

Anónimo disse...

Cultura de barracas..

Julio Amorim disse...

Portadas sim senhor caro LuisY....pérolas de qualidade e excelente
função, deitadas para o lixo por burrice e/ou mau gosto. Se por acaso encontrarem algum profissional que ainda sabe como se faziam, perguntem qual seriam hoje os custos de fabrico e material para uma janela só.

Pssst....perguntem antes de as deitarem fora !!!!

Anónimo disse...

Não vejo qual seja o problema.
Depende é dos materiais que usaram para fazerem os estores e de como os colocaram nas janelas.

MP Carvalho disse...

INACREDITÁVEL mau gosto !!!