Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

19/12/2013

Neste país faz-se tudo:


Desataram a partir a balaustrada da Igreja São Mamede, a reboque desse tal de plano de acessibilidade, imagino. Quem autorizou? Ou melhor, quem quer/quis saber?

6 comentários:

Anónimo disse...

E as raízes da árvore de grande porte ficaram expostas. Não há regras para este tipo de intervenção.
Se esta árvore morrer quem se responsabiliz

jr disse...

QUE ANIMAIS!!!

Anónimo disse...

Não está classificada?

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

Contactei agora mesmo a Junta de Fregeusia que me garantiu que a balaustrada está a ser retirada em secções para alargar o espaço entre a dita e a parede de modo a colocar uma rampa para os deficientes.

Garantiram, ainda, que a balaustrada irá ser reposta na íntegra após as obras.

O projecto ser-me-á enviado e depois pode circular pelo blogue.

Veremos.


Anónimo disse...

Estive a falar com um funcionário da junta e acabei por ouvir a mesma resposta que deram ao Sr. Miguel Velloso.

Também lhes perguntei, o porquê, da destruição de uma parte do balaústre (que vai servir de entrada para a tal rampa) quando podiam ter ter criado um acesso, pelo lado do passeio da Rua Nova de São Mamede, junto às grades de ferro.
Claro que não souberam responder!

Estou para ver como é que vai ficar!

Paulo Ferrero disse...

Podem perfeitamente fazer entrar as cadeiras de rodas (há assim tantas por ali?) através da porta lateral da igreja, mas não, tinham que fazer isto.
Não, não está classificada, claro. Mas, tb, noutras classificadas tem sido o que se sabe, claro.