...

...

23/01/2015

Parque das Nações degradado


Chegado por e-mail:

«O Parque das Nações tem-se degradado a olhos vistos.

Há varandas enferrujadas e partidas, há calçada em mau estado, há jardins quase ao abandono.

Pela primeira vez vi grafittis no Pavilhão de Portugal! Já não bastava haver pessoas sem abrigo que vivem sob as suas arcadas (infelizmente), agora temos um momento de "inspiração" a estragar um edifício desta importância.

Além disso, junto ao restaurante Orizon, há meses que o passeio junto ao rio está vedado com grades. O chão cedeu e tem um inclinação perigosa para as pessoas. Em vez arranjar o piso, interdita-se um troço significativo do percurso.

Cumprimentos,

Orlando Nascimento»

5 comentários:

Julio Amorim disse...

Pois é....aquela construção desenfreada veio ali trazer muto aldrabão. O próprio Pavilhão de Portugal apresentava detalhes altamente degradados já em 2004 (com seis anos de construção !?). Apenas com 17 anos no retrovisor é de espantar o que se vai vendo por ali. A magnifica obra que foi (e é) o Museu Gulbenkian, ensinou-nos tudo sobre qualidade e manutenção de espaços. Tirando CCB....não aprendemos assim muito.

Anónimo disse...

Da última vez que por lá andei, a ponte de madeira em frente do Oceanário estava num estado lastimoso... e ciclistas, apesar da proibição jamais feita respeitar, circulavam por lá com a maior descontracção.

Mas desde que comecei a deparar com copos e cacos pelo chão no passeio junto ao Tejo que as minhas idas têm sido cada vez mais espaçadas...

Anónimo disse...

deixa lá estar os sem abrigo
não têm casa, ao menos durmam debaixo de um tecto que pagámos todos a preço de caviar
marrem com as destruições, larguem quem tem fome e frio
ninguém dorme na rua porque quer
irra!
LC

Anónimo disse...

Sr. Julio Amorim, os detalhes degradados no Pav. de Portugal em 2004 eram pedras da fachada partidas. Mas foram partidas por alguém, com pancadas fortes. Não se partiram sozinhas.

Julio Amorim disse...

Pedras de revestimento partidas junto às âncoras de fixação e a uns bons 6-7 metros de altura....foram partidas como?
E todas as madeiras que cobriam o muro empenadas e muitas podres?