...

...

22/04/2015

É desta, é desta!


É desta, é desta (Proposta n.º 238/2015 da reunião de CML de hoje- processo n.º 824/EDI/2010) que este pobre da esquina da Tomás Ribeiro com a Filipe Folque é reabilitado! O interior desaparece, claro, todo (ex-libris da reabilitação urbana em voga), é ampliado em 1 piso (nada a opor neste particular, se devidamente recuado), entra estacionamento subterrâneo (outro must dos tempos que correm), fica hotel (idem... aliás, num raio de 200m é o que se pode chamar "concorrência perfeita" tantos são os hotéis) e ... pior, o toque a marca de arquitecto contemporâneo: no lado esquerdo da foto de baixo vai nascer um belo de um corpo novo, todo corrido a vidro.

É desta, é desta!

6 comentários:

Anónimo disse...

Não acho nada... o que ali falta são mesmo hotéis...

Anónimo disse...

Bonito. Já estou a imaginar o que aí vêm.. Vai acontecer exactamente o mesmo que tem acontecido aos poucos sobreviventes (desta época) que estão espalhados pelas Avenidas Novas e que antes de serem intervencionados ainda possuíam algum interesse e ainda davam alguma nobreza e charme a esta avenida. Só nos resta cruzar os dedos e esperar que não chegue a este ponto - ou melhor, a esta parolice que acabaram de concluir na Avenida da Republica:

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1105323&page=260


Cultura de subúrbios em pleno centro de Lisboa - Europa.

Ou será América Latina?

Julio Amorim disse...

Ainda não tinha visto esta lindeza na Av. da República....mas que trabalho de reabilitação soberbo. Estão de parabéns; senhorio, arquitecto e, especialmente, todos os despachantes da C.M.L


Obra a obra Lisboa melhora....

Manuel Marques disse...

Está visto que vai ser mais uma reabilitação tipo a mais recente aberração da Av. da Republica. Mas será que ninguém vê que estas "reabilitações" são não mais que desvirtuar completamente edifícios bonitos?

PMB disse...

Voltando ao tema do post...

E o que se irá fazer quanto a isso? O que se poderá fazer para impedir que o Grupo Turim amplie o Lisboa Hotel?

Irão os autores deste blog ou o grupo de cidadãos que o apoia tomar alguma iniciativa para impedir o vidro já presente nas Av. principais de Lisboa (tão lindas que estão) se espalhe agora pelas suas ruas perpendiculares?

Ou a sua iniciativa remete-se à publicação de posts em favor de resultados concretos nulos?

Provavelmente já disse o que não devia... a realidade e a verdade têm destas coisas.

Anónimo disse...

Era melhor esperar por um sismo para ir tudo abaixo...