...

...

27/11/2014

Apelo à CML, no rescaldo do Colóquio Norte Júnior e das Visitas Guiadas


Exmo. Senhor Presidente da CML
Dr. António Costa,
Exmo. Senhor Vereador do Urbanismo
Arq. Manuel Salgado


No seguimento das várias iniciativas desenvolvidas até ao momento em memória do legado do Arq. Manuel Joaquim Norte Júnior na cidade de Lisboa e dos 135 anos decorridos do seu nascimento, designadamente:

· “Colóquio Norte Júnior ou o Triunfo do Ecletismo”, organizado pela Universidade Autónoma de Lisboa e pelo Instituto História de Arte da Universidade Nova, em 20 e 21 do corrente;
· Quatro passeios guiados, organizados pelo Fórum Cidadania Lx durante 2014, sob os lemas “A Graça Operária e o Arq. Norte Júnior” (21.6.2014), “Os Palacetes Premiados de Norte Júnior” (28.11.2014), “A Arquitectura Ameaçada dos Séculos XIX-XX, a Avenida da Liberdade, o Bº Barata Salgueiro e o Arq. Norte Júnior“ (27.9.2014) e “A Avenida da República & Arq. Norte Júnior” (22.11.2014);
· Mapa-Roteiro Norte Júnior, da autoria do Fórum Cidadania Lx e à disposição de todos os interessados, em https://www.google.com/maps/d/viewer?mid=zxByhOdTWw2Q.kcEcoE5PYu94, com todo o legado do Arq. Norte Júnior ainda existente em Lisboa;


E do que nos foi dado a conhecer localmente no decurso destas iniciativas, somos a solicitar a melhor atenção de V. Exas. para o seguinte:

1. O edifício da Avenida da República, nº 55-B (alçados e fotos em anexo), concebido pelo Arq. Norte Júnior em 1929, exemplar singular da capacidade criativa e “avant garde” deste arquitecto, e totalmente genuíno ainda, encontra-se devoluto, degradado e, pior, sob a ameaça da demolição iminente, caso seja aprovado o PIP em apreciação no Departamento de Projectos Estruturantes da CML. Dado tratar-se de um edifício em sólida estrutura de betão armado, ele não está em risco de ruína. Este edifício não tem nenhuma espécie de protecção legal, encontrando-se apenas referenciado no Inventário Municipal, pelo que pedimos a V. Exas, Senhor Presidente e Senhor Vereador, para que evitem a demolição deste edifício, contrapondo a CML ao promotor outra solução para a sua necessária reabilitação, que não o seu desaparecimento.

2. O edifício da Avenida da República, nº 71, que data de 1933, é um dos melhores e mais imponentes exemplos do período construtivo de Norte Júnior concebido sob a influência da Art Déco e do período modernista, sendo também outra obra sólida em betão armado. O edifício tem hoje apenas um único inquilino e necessita de obras de conservação e reabilitação, pelo que pedimos a V. Exas, Senhor Presidente e Senhor Vereador, para que a CML contrarie o previsível agudizar da degradação do edifício, instando o proprietário a proceder às obras de reabilitação do edifício.

Não queremos assistir à repetição dos erros camarários de um passado não muito longínquo, como o que se verificou no edifício do nº 46 desta mesma avenida, da autoria do Arq. Ventura Terra, no seguimento da demolição completa dos seus interiores, autorizada pela CML em 11 de Julho de 2005 e concretizada em 2011.

Com os melhores cumprimentos,


Paulo Ferrero (pelo Fórum Cidadania Lx) e Prof. José Manuel Fernandes e Prof. Raquel Henriques da Silva (ambos pela Comissão Científica do Colóquio Norte Júnior ou o Triunfo do Ecletismo)

C.C. AML, DGPC, JF e Media

Sem comentários: