...

...

25/11/2014

Pormenores da Praça do Comércio...


Chegado por e-mail:

«O Lado esquerdo do Cais das Colunas continua enterrado em toneladas de pedra.

Nestas fotos vê-se perfeitamente que aquele lado (tal como o lado direito) era composto por um muro junto ao rio, com namoradeiras (e respetivos candeeiros).

A CML continua a falar da recuperação do Cais do Sodré ou da Doca da Marinha e Santa Apolónia mas continua a esquecer-se de acabar a recuperação da Praça do Comércio (como se já estivesse feita).

É uma autêntica vergonha isto passar-se na principal praça do país.

e esta escada enterrada... dl»

5 comentários:

Anónimo disse...

Parece-me óbvio que, se devido às obras de construção do colector, a zona DO LADO DIREIRO junto à Ribeira das Naus teve de sofrer alguma alteração, as namoradeiras deveriam ter sido cuidadosamente dali retiradas e voltadas a colocar, ali se possível, noutro lado, se não. Enterradas e destruídas é que não. Obra de patos-bravos.

Anónimo disse...

-Paredão entulhado e descaracterizado!

-Escadarias seculares enterradas!

-Namoradeiras partidas e sem candeeiros!

-Namoradeiras enterradas!

-Candeeiros parolos!

-Piso num estado lastimável!

-Estrutura em metal (horrorosa) do antigo esgoto exposta!

-Estação de metro a meter água!

-Doca da Caldeirinha forrada a cimento!

-Depósitos aluviais: Montes de areia, pedra, entulho e lixo.
"É uma praia.." LOL!

Nem Londres, com toda a sua contemporaneidade arquitectónica, tem aquela zona do Palácio de Westminster, e a sua área envolvente, neste estado vergonhoso!

E o Costa ainda tem a alta de responsabilizar e acusar a oposição pela degradação da estação do Sul e Sueste, referindo que é "a nódoa na frente ribeirinha""
Fonte:
(http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=783557&tm=9&layout=123&visual=61
http://www.publico.pt/politica/noticia/antonio-costa-acusa-governo-de-fazer-oposicao-a-camara-de-lisboa-1676865 )

É preciso ter lata!!!

Anónimo disse...

Artigo de 23/04/2009:

"Vestígios do século XVII no Terreiro do Paço"

http://cidadanialx.blogspot.pt/2009/04/vestigios-do-seculo-xvii-no-terreiro-do.html

Anónimo disse...

Para quando a replantação de árvores na Praça do Comércio ?

Pinto Soares

Anónimo disse...

Sempre -ou quase sempre- que passo pelo Terreiro do Paço constato que andaram por lá a montar barracas, palcos, as mais variadas geringonças no meio da praça.

Isso é que interessa à CML, não pormenores sem o menor interesse como namoradeiras, escadas, candeeiros...