...

...

20/07/2015

Jardim do Torel: Sem água?



Abundam os canteiros secos, com plantas mortas ou em stress hidrico; o lago da entrada está silencioso, sem água. Triste doença crónica esta a dos jardins de Lisboa!

4 comentários:

Anónimo disse...

Não fiquem de olho "nas" da Avenida da Liberdade não..

A competência de quem as trata (pseudo jardineiros) está mais que provada!

Qualquer dia nem as da AVL restam!


http://ocorvo.pt/2015/07/16/plataforma-em-defesa-das-arvores-preocupada-com-avenida-da-liberdade/

Anónimo disse...

Dado que as competências para o tratamento dos jardins passaram para as juntas de freguesia, com os resultados negativos que estão bem à vista, como é o caso sintomático da morte por insuficiência hídrica das plantas, relvas e flores da maioria dos jardins públicos. Perguntamos a quem de direito, se houver alguém, que possa intervir nesta problema que é geral em toda a cidade de Lisboa e possa determinar que os jardins sejam regados, como acontecia antigamente. Isto é um pedido com regime de urgência.

Pinto Soares

Julio Amorim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Julio Amorim disse...

Portugal era um país bem mais pobre há 50 anos mas....havia água e jardineiros para tratar o que cá estava !?