...

...

03/07/2015

ATENÇÃO: FALSO ALARME - AS NOSSAS DESCULPAS!

ATENÇÃO: FALSO ALARME, ESTE PROCESSO 121/EDI/2014 REFERE-SE A 2 EDIFÍCIOS, o da Avenida Elias Garcia 69-75 (que ardeu há anos e que se mantém a fachada e o Avenida da Republica 55-55A. Será, pois, um projecto em "L" e não "tornejando", como erradamente consta da proposta. PORTANTO, O EDIFÍCIO DA ESFERA-ARMILAR NÃO ESTÁ EM CAUSA.
DO MAL O MENOS :-)

...


E pronto, é o que dá andar a falar para as paredes e para o boneco, sobre Norte Júnior, etc.

«Reunião de CML - dia 8 Julho Proposta n.º 403/2015 (Subscrita pelo Sr. Vereador Manuel Salgado)
Aprovar o projeto de construção nova para o prédio sito na Av. da República n.º 55, tornejando para a Av. Elias Garcia n.º 71 a 75, freguesia das Avenidas Novas, que constitui o processo n.º 121/EDI/2014, nos termos da proposta».

Bah, CML, bah!

16 comentários:

Mário Matos disse...

Isto é um escândalo monumental. A pouco e pouco vai desaparecendo a arquitectura única de uma Lisboa com personalidade e que todos nós amamos, substituída por algo vulgar e sem alma. Enquanto noutros países europeus que foram afectados pela 2ª Guerra, se estão a reconstruir os prédios destruídos nessa altura e que tinham sido substituídos por coisas ordinárias, nós por cá deixamos que exemplares originais e únicos como este, desapareçam pela força do camartelo e no seu lugar surja mais um caixote de betão e vidro. Pobre povo que não mexe um dedo para defender o património que os antepassados deixaram como legado...
Este sr. arquitecto Manuel Salgado irá ficar na História de Lisboa como um dos seus grandes destruidores e infelizmente não vejo forças, na sociedade, suficientes para lhe fazerem frente.

Anónimo disse...

Coisas assim só davam escândalo no tempo dos outros...

MPCarvalho disse...

Mas não há nenhuma associação / ninguém para perguntar ao vereador se não tem vergonha de ter esta visão para o futuro de Lx ?

Então é o que nós todos merecemos !

Manuel Marques disse...

Demasiado bonito para esta cidade.

Julio Amorim disse...

Uma vergonha!! Um belo de um edifício de gaveto. Esta Avenida foi (e é) a grande perda de Lisboa. É bom ter em conta que já andamos com mais de 50 anos de demolições (!)....e ainda não conseguiram destruir tudo. Mas com a boa vontade desta C.M.L ainda há muita herança arquitectónica para ir abaixo.
A história não vai perdoar esta gente....

Anónimo disse...

Já está a destoar nestas avenidas. Já não falta muito para não terem qualquer valor arquitectónico.

Anónimo disse...

Como foi possível esta avenida chegar a este estado.

Anónimo disse...

Isto é gravissimo. Porque não colocar uma faixa no piso térreo de forma a tentar inverter o processo? Tem de ser feita alguma coisa, a ser verdade constitui uma das maiores perdas da nossa cidade.

Anónimo disse...

http://www.publico.pt/local/noticia/lisboa-esta-a-deixar-morrer-os-seus-palacios-1700963

Anónimo disse...

Não podemos deixar que isto aconteça!!!!!

Anónimo disse...

O edifício iria acabar por se desmoronar nas próximas décadas. É apenas um golpe de misericórdia.

João Pinheiro disse...

ufa! que alívio!

Anónimo disse...

Ainda bem! Que alivio...

Anónimo disse...

Se este fosse um blogue imparcial, tinham apurado antes de postar. Pelo caminho ficou mais um flaming post para o público do costume e as reacções desse mesmo público, as mesmas do costume para 90% das publicações por aqui. O que importa é vociferar e ganhar claque, depois é que se trata de perceber se há falhas. O pensamento catártico da desgraçazinha crónica e do pessimismo, esse, nunca há de falhar.

Anónimo disse...

"O pensamento catártico da desgraçazinha crónica e do pessimismo, esse, nunca há de falhar."

---//---

Já na minha modesta opinião "desgraçazinha cronica" é olhar para as Avenidas Novas e nem se aperceber ao que chegaram.
Como o caro anónimo disse e bem - e em termos de «pensamento catártico» - esse seu argumento só vem revelar que pessoas como o sr/sra não ficam muito atrás dos mesmos que as levaram ao estado em que se encontram.

Como dizia um colega americano ( sem papas na língua) durante o mês passado, quando o levei a conhecer as Avenidas Novas:

"Architecturally Speaking, this avenues are becoming areas not worth caring about"


Anónimo disse...

Ui, e quando fala um americano a gente que baixe as orelhas. O que ele diz não é nada de surpreendente, e não posso concordar mais. Pode ser americano, inglês, tibetano ou andorrano. A questão aqui é a pressa com que têm em assumir a desgraça, o vício de ir buscar a polémica do dia, a rapidez com que assumem a incompetência. É um cliché que faz deste blog uma repetição da história do rapaz e do lobo. Mudem de estratégia.