Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

27/06/2013

Os passeios esburacados da Lapa:

Chegado por e-mail:

«Recorro ao FCLx em desespero de causa, já que para a Junta de Freguesia da Lapa o problema, apesar da gravidade que já atingiu e do desleixo urbano que revela, parece não merecer a menor atenção. Trata-se do estado incrível a que chegou o passeio do lado direito da rua dos Navegantes - entre os nºs 38 e 40 - na subida para Buenos Aires.

Por motivo que desconheço, nenhum carro estaciona em cima do passeio do lado esquerdo da rua e todos (neste caso trata-se apenas de 4 lugares entre as duas garagens dos respetivos prédios ) e todos estacionam insistentemente sobre as devastadoras ruínas deste passeio, ruinas resultantes não apenas do estacionamento no passeio mas essencialmente de a Junta de Freguesia ter vindo a fingir ignorar - visto que já foram enviados mails e feitas pariticipações pessoais - a degradação a que o passeio chegou, a ponto de as grandes pedras das beiras do passeio estarem partidas ou carcomidas e a maioria das pedras do próprio passeio estarem espalhadas pelo passeio ou piedosamente amontoadas junto às paredes para evitar que alguém ponha um pé em cima de uma delas e deslize pela descida.... o que já aconteceu, inclusivamente ao carteiro. Acresce que, estando grande parte das pedras espalhadas por cima do material poeirento que lhes servia de cama, de cada vez que um carro estaciona ou arranca - e isso está sempre a acontecer porque as pessoas "estão-se nas tintas" para o passeio e para os cidadãos que por lá passam - as pedras fragmentam-se e saltam a consideráveis distâncias podendo atingir qualquer passante , especialmente as crianças que por aqui passam a caminho das escolas. Acontece que isto se passa entre as garagens dos respetivos prédios, numa zona onde existem várias garagens privadas que alugam espaços, uma delas dois prédios abaixo com capacidade para 27 carros.

Contactada insistentemente a Junta de Freguesia diz não ser possível consertar o passeio porque não consegue tirar de lá os carros (são apenas 4 lugares...). Sugerido que seja lá posta uma fita indicativa de proibição a Junta diz que não vale a pena porque "eles" a cortam. Quanto a placas nem disso querem ouvir falar!

O que se passa na Lapa com o estacionamento equivale ao modo como esta população está na cidade, sem perceber que hoje existem muito mais carros, que as pessoas não são as mesmas, que a "Lapa" já não é a quinta de família que já foi, apesar de com issso ainda conseguir manter em respeito a Junta e a própria Polícia.

Muita grata ficaria se viessem ver o estado a que isto chegou - contado não se acredita...- e que da vossa intervenção resultasse a necessária obra, antes que se dê algum acidente grave, desde quedas à possibilidade de alguém ser atingido pelas pedras arremessadas, algumas delas já com arestas cortantes.

Agradecendo desde já a vossa atenção,

M. Pereira de Carvalho»

3 comentários:

Filipe Melo Sousa disse...

Quantos séculos serão precisos para entendermos que a calçada portuguesa é um tique-terceiro mundista, e o pior dos dois mundos em termos de custo e qualidade?

Anónimo disse...

O sr. Sousa ainda não percebeu que o problema da calçada à portuguesa é que hoje em dia já pouquíssimos a sabem fazer como deve de ser, e ainda menos a pretendem conservar. Ponha cá outro piso e vai ver que dá no mesmo.

Anónimo disse...

"tique-terceiro mundista" é estacionar em cima do passeio..