...

...

31/03/2015

Metro de Lisboa atira para o lixo 20 milhões


In Jornal de Notícias (31.3.2015)
Por Nuno Miguel Ropio

«O Metropolitano de Lisboa mandou retirar um sistema inteiro de segurança e condução automática das composições, que dispensava a intervenção direta do condutor, no valor de 20 milhões de euros. [...]»

3 comentários:

Anónimo disse...

Brevemente veremos o resultado deste enorme desinvestimento.
Já para não falar de que o metro de Lisboa é um dos pouquíssimos em toda a Europa que chega apenas a 1/3 dos moradores da própria cidade.
A zona ocidental e parte significativa da zona central não têm metro.

Anónimo disse...

A linha que passa por Campo de Ourique, um bairro eminentemente residencial e comercial, está prometida há mais de 25 anos.
Aliás, foram já feitos dois projetos diferentes, sendo o último muito interessante, pois permite que o metro passe pela Estrela, numa linha, e por Campo de Ourique em direção ao Alvito noutra.
Mas até agora, nada disto passou do papel. E não se sabe quando passará.
Assim, como é que as pessoas podem movimentar-se?
É esta uma cidade capital europeia? Isto não acontece em quase nenhuma capital da Europa.
Uma capital com metro que serve apenas 1/3 da sua população, embora chegue a alguns arredores.

jac disse...

Quem estiver disposto a pagar bilhetes ao preço que é nessas capitais, talvez se possa investir na expansão das linhas.
Mas o que é preocupante ninguém comenta, que é a remoção dos dispositivos de segurança, que é algo inacreditável.