...

...

27/02/2016

Cinema antes e depois


In SIC Notícias (26.2.2016)

«Longe vão os dias dos grandes cinemas que enchiam fosse qual fosse a matiné. No tempo do Estado Novo, os filmes eram escolhidos a dedo e nem as palavras liberdade ou democracia tinham direito a legenda. Hoje, alguns vêem filmes no telemóvel ou computador de forma ilegal e muito em breve quem for a uma sala de cinema vai poder cheirar e sentir como as estrelas na película.»

1 comentário:

Anónimo disse...

Ter fé é investigar o despedimento coletivo do Casino Estoril, que segundo consta juiz pago por offshores para indeferir as 3 providências cautelares. O ultimo diz que a justiça não julga empresas privadas, que justiça é esta ao serviço da sociedade, será que a china manda em Portugal nomeadamente na justiça.