AVISO

AVISO

22/05/2012

Câmara quer só duas vias para cada lado na Av. da Liberdade




Autarquia lisboeta apresenta amanhã proposta que passa também por criar duas rotundas no Marquês

in Público

A Avenida da Liberdade vai ter, na sua quase totalidade, apenas duas vias de rodagem em cada sentido, numa tentativa de tirar carros daquela zona da cidade, disse ontem o presidente da Câmara de Lisboa.

"Vamos eliminar uma via de rodagem na faixa central, criando uma placa ajardinada. Entre a Rua Alexandre Herculano e os Restauradores vão existir duas vias de rodagem: uma para carros privados e outra será um corredor bus", disse António Costa, citado pela Lusa. As faixas laterais da avenida também vão sofrer alterações. "Vamos progressivamente pedonalizá-las", disse o presidente da autarquia, acrescentando que o objectivo é que essas faixas deixem de ser de atravessamento da avenida e passem a ser usadas só para trânsito local e estacionamento. Pelas faixas laterais não vai ser permitido passar de quarteirão em quarteirão.
No Marquês de Pombal serão criadas duas rotundas concêntricas, uma para os eixos principais e outra para as vias laterais. "Vamos canalizar as faixas exteriores para o transporte público e para o transporte individual que pretenda ir para a Avenida Duque de Loulé e para a Rua Braancamp", explicou o autarca, que estava acompanhado pelo vereador da Mobilidade, Fernando Nunes da Silva.
Os carros que pretendam ir para as Avenidas Joaquim António de Aguiar, Fontes Pereira de Melo e da Liberdade devem ir pela rotunda interior. Entre as rotundas será criado um espaço verde e outro para peões. Quanto ao estacionamento, o presidente da câmara disse que continuará a existir nas faixas laterais e recordou que existem dois parques na zona: Restauradores e Marquês de Pombal, que "tem uma enorme capacidade e está subutilizado". A câmara prevê mais dois parques de estacionamento, mas, dada a situação económica do país, a autarquia não avançará para já com os concursos públicos para a sua construção.
Outra alteração é a abertura aos particulares da parte da Rua Braancamp até ao Marquês de Pombal, que actualmente é apenas acessível a transportes públicos.
O objectivo destas mudanças é tirar carros desta zona e, assim, melhorar a qualidade do ar na Avenida da Liberdade, que chega a ter "os piores níveis de partículas suspensas" da União Europeia. "Temos já duas medidas importantes em curso: a mudança do trânsito na Baixa e as Zonas de Emissão Reduzida. Melhoraram significativamente a qualidade do ar, mas ainda não atingimos os níveis necessários", afirmou o autarca.
António Costa disse estar confiante em que, com estas mudanças, "será mais agradável ao peão circular na avenida, utilizar as esplanadas" e a Avenida da Liberdade "será cada vez mais um passeio público e não um espaço para carros". A proposta vai ser discutida amanhã, na reunião da Câmara de Lisboa, e colocada em debate público até ao final de Junho. Se for aprovada, a autarquia lisboeta pretende testar estas alterações entre Setembro e o final de Dezembro.

7 comentários:

Anónimo disse...

Retirar faixas de rodagem não será suficiente, demasiados carros continuarão a atravessar a avenida. Esta redução apenas vai aumentar os tempos de engarrafamento do trânsito, com os carros a andarem ainda mais no pára-arranca o que aumentará mais a poluição...

Anónimo disse...

E julgo ter percebido que vão ser alterados os sentidos do trânsito nas faixas laterais, o que me parece uma estupidez das grandes.

Não se lembram do que aconteceu no tempo de Abecasis quando se alteraram à maluca os sentidos?

Pois lembrem-se de que nas faixas laterais da Av. da República já se fizeram avarias dessas e com péssimos resultados.

De resto, é absolutamente típico de um organismo que não funciona seja ele qual for, anunciar com grande espalhafato um fogo-de-artifício qualquer.

Anónimo disse...

Is to é um autêntico disparate moderar o uso do automovel não começa por aqui. Falta bom senso na gestão camarária.
Vamos pagar cara este tipo de experiencias académicas

Anónimo disse...

Mais uma medida de fachada e que só vai atrapalhar o trânsito em Lisboa. Estes tipos não percebem nada do que andam a fazer.

Anónimo disse...

Estao de parabens, haja alguma medida com coragem de aos poucos roubar espaço aos carros.

com tanto estacionamento subterraneo na zona é ridiculo ter 4 faixas de estacionamento na avenida e passeios laterais minusculos

Xico205 disse...

Medida estupida e cara que todos vai prejudicar. Mais uma medida à moda do estrangulamento do Terreiro do Paço.

Deram crédito aos socialistas agora levem com eles.

Continuam a gastar dinheiro em medidas que todos prejudicam.

Xico205 disse...

Duas vias é o que existe no sentido descendente, sendo que uma é BUS.

Se aquela porcaria de avenida já hoje tem tráfego intenso de manhã à noite, nem quero imaginar como vai ficar. Lisboa está mesmo boa para se fugir dela, a vida em Lisboa cada vez está pior.