...

...

11/01/2016

Aqueduto do Convento de Cristo/ S.O.S. ao Min. Cultura/ Inclusão Urgente UNESCO


Exmo. Senhor
Ministro da Cultura
Dr. João Soares

Solicitamos a atenção de Vossa Excelência para o Aqueduto do Convento de Cristo e para a necessidade urgente do Ministério da Cultura corrigir uma injustiça, até hoje inexplicável, i.e., que inicie, tão breve quanto possível, junto da respectiva Comissão, os procedimentos devidos para que este Aqueduto passe a constar do conjunto inscrito na UNESCO, uma vez que o mesmo é parte integrante e indissociável do Convento de Cristo, o qual, como é do conhecimento de V. Exa., é Património da Humanidade desde 1983.

Com efeito, não se consegue compreender nem aceitar que, por razões que a razão desconhece, ou não, o Aqueduto do Convento de Cristo tenha ficado de fora da inscrição na UNESCO e, pior, desde essa altura nada tenha sido feito pelas entidades competentes para que o lapso fosse corrigido.

De notar, Senhor Ministro, que o Aqueduto do Convento de Cristo, cujo projecto é do arquitecto Filippo Terzi (1584), a mando de Filipe I (II de Espanha), se estende por 6km, nos quais assumem particular imponência os arcos no vale de Pegões, e é Monumento Nacional desde 1910, se encontra num deplorável estado de abandono (devido em grande parte ao avanço da vegetação), apresentando múltiplas e graves fissuras (desde logo nos pilares das arcadas de suporte), e permanentemente ao sabor dos variados actos de saque (por roubo de materiais para as obras de construção, sobretudo das placas de calcário que cobrem as condutas, havendo troços destapados a céu aberto) e vandalismo (sobretudo nas nascentes e nas casas de água).

Apelamos, portanto, Senhor Ministro, para que:

Visite o Aqueduto e veja o estado em que ele se encontra;
• Desenvolva os trâmites necessários à integração do Aqueduto no Convento de Cristo no âmbito e esfera da classificação do conjunto monástico daquele monumento como Património Mundial da Humanidade;
• Incremente um plano de salvaguarda, conservação e divulgação do Aqueduto, compatível com a importância do mesmo enquanto infraestrutura hidráulica integrada-património arquitectónico-histórico. Monumento Nacional.

Com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho, Ana Celeste Glória, Inês Beleza Barreiros, Filipe Lopes, Bárbara Lopes, Alexandre Marques da Cruz, Fernando Jorge, João Mineiro, Luís Marques da Silva, Júlio Amorim, Miguel de Sepúlveda Velloso, Virgílio Marques, António Araújo, Irina Gomes

C.C. Comissão Unesco, DGPC, ICOMOS, Convento de Cristo, CM Tomar e 12ª Comissão da AR
Fotos: Grupo do Facebook "Aqueduto do Convento de Cristo. Antes que seja Tarde."

Sem comentários: