25/01/2016

Nova demolição: Avenida Almirante Reis 35 / Regueirão dos Anjos 2 a 18


Exmo. Vereador do Urbanismo
Arquitecto Manuel Salgado


Vimos chamar a vossa atenção para a demolição a decorrer desde Dezembro de 2015 do imóvel sito na Avenida Almirante Reis 35 / Regueirão dos Anjos 2 a 18, onde existiu a Pensão Castromira (ver imagem do Arquivo Municipal Fotografico).

Observamos, com indignação, que apesar de se ter anunciado "obras de ampliação e adaptação" do existente para o converter em unidade hoteleira de 3 estrelas, se está afinal a demolir integralmente o edifício, tendo sido já desaparecido 3 pisos, conforme mostram as imagens de ontem e que anexamos.

Lamentamos que se continue a destruir o património arquitectonico da cidade, e mais uma vez debaixo do argumento da actividade turística, quando o alojamento para o "Turista" deveria fazer bandeira das boas práticas de reabilitação do património da cidade a quem afinal deve tudo.

Assim, e dado que no passado recente, e nesta mesma avenida, já denunciámos demolições ilegais (ex: edifício de gaveto com a Praça João do Rio), solicitamos ao Pelouro do Urbanismo que informe os cidadãos se de facto aprovou mais esta demolição integral ou se estamos perante um acto de vandalismo cultural e de desrespeito à Câmara Municipal de Lisboa.

Com os nossos melhores cumprimentos,

​Paulo Ferrero, Fernando Jorge e Luís Marques da Silva​

Lisboa, 5 de Janeiro de 2016

Imagem de Arquivo: Pensão-Castromira-1968_Av.Almirante Reis_Goulart_João Hermes Cordeiro.jpg

...

Resposta do Sr. Vereador Arq. Manuel Salgado:

8 comentários:

Anónimo disse...

Próxima Avenida da Republica?!

Anónimo disse...

Vejam só o "Darth Vader" (página 5) que vai "substituir" o mamarracho da Rua de São Bento:

http://issuu.com/rrcrs/docs/portfolio_2015_rrcrs


Aqui:

https://www.google.pt/maps/place/R.+de+S%C3%A3o+Bento,+1250+Lisboa/@38.7187613,-9.1556058,3a,75y,352.97h,97.45t/data=!3m7!1e1!3m5!1sM0IFjSMJzFrG_z0lWlrlrQ!2e0!6s%2F%2Fgeo3.ggpht.com%2Fcbk%3Fpanoid%3DM0IFjSMJzFrG_z0lWlrlrQ%26output%3Dthumbnail%26cb_client%3Dmaps_sv.tactile.gps%26thumb%3D2%26w%3D203%26h%3D100%26yaw%3D22.628183%26pitch%3D0!7i13312!8i6656!4m2!3m1!1s0xd19337c91c5dd29:0xa778a5f4ae75d0e5

Anónimo disse...

... há coisas que não dá para entender.

Anónimo disse...

Passei lá agora mesmo e fiquei chocado. Julgava que iam manter a fachada, pois tinha visto que tinham retirado o miolo. Quando lá passo hoje verifico que as grossas paredes de fachada estavam arrasadas!!!

É isto que o António Costa e o Manuel Salgado querem para Lisboa: arrasar o que lhe dá carácter e enchê-la de mamarrachos.

Com certeza eles nunca repararam em algo elementar: os turistas tiram fotos justamente a edifícios como esse, porque lhes interessa o que é nosso, e não o que poderia atualmente ser construído em qualquer ponto do globo, como são esses edifícios modernaços que vêm substituir as construções tradicionais.

Mas de um vereador do urbanismo como o Manuel Salgado que quer fechar Santa Apolónia porque é uma estação secundária, quando é a 3ª estação do país com mais tráfego... Ou seja de um vereador do urbanismo que ou é absolutamente incompetente ou tem intenções escusas, o que será de esperar senão o pior.

Anónimo disse...

"António Costa"? O bode expiatório está desactualizado, clique aqui para actualizar.

Rui disse...

Mais um mamarracho a caminho para fazer companhia a outros tantos que já compõem esta amostra de avenida. O Leonidas já deve estar que nem pode para poder replicar mais uma gracinha igual àquela fez ali para os lados do Saldanha.

Lisboa na crista da onda! Do quê é que não sei..

Pedro Vaz disse...

Infelizmente temos aquili que merecemos eles só foram para lá porque votaram neles e isto que aconteceu e acontece em lisboa é o reflexo do que vai acontecer no pais.

Vasco disse...

Continuas com o avatar da foto de londres, cidade que tem mais construção em andamento do que Portugal inteiro. Só arranha-céus são mais de duzentos. Andas muito preocupado com os prédios em ruína de lisboa, cujos executivos anteriores, não importa PS ou PSD deixaram no limbo décadas até eventualmente desmoronarem. O actual executivo faz bem em aprovar os projectos, pois caso contrário ninguem iria pegar nestes prédios devolutos com graves problemas estruturais.