...

...

04/05/2016

Protesto pelas novas esplanadas no ROSSIO lado nascente


Exmo. Senhor Presidente
Dr. Miguel Coelho


C.c. Vereador do Espaço Público e DGPC

Serve o presente para remetermos a V. Exa. fotos das esplanadas do passeio nascente do Rossio, protestando pela ampliação da mesmas e aproveitando para solicitar esclarecimento sobre as razões que levaram à alteração do projecto de arquitectura e espaço público daquela praça, da autoria do Arq. Rui Valada, uma vez que as esplanadas em causa implicaram a remoção de alguns bancos objecto do referido projecto, ficando estrangulado o canal pedonal central daquele passeio.

Com os melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho e Fernando Jorge

21/4/2016.

...

Resposta dos serviços da JF Santa Maria Maior, a 4.5.2016:

«Exmos. Senhores
Fórum Cidadania Lx.


Na sequência da V. mensagem de correio eletrónico, relativa ao plano de esplanadas que atualmente é seguido na Praça D. Pedro IV, na aplicação do “licenciamento zero” pela Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, esclarece-se que o mesmo foi aprovado pela Câmara Municipal de Lisboa (Processo 3521/DOC/2013), com origem num pedido formulado pela empresa UP - Urbanismo de Portugal, em representação dos vários estabelecimentos ali existentes.

A alteração da organização do espaço público face ao projeto de arquitetura da praça do arquiteto Rui Valada é factual mas a ela somos alheios; de ressalvar, no entanto, que os bancos removidos em consequência do novo desenho de implantação das esplanadas, serão recolocados em local próximo, segundo um critério de minimização do impacto estético.

Com os meus cumprimentos
Célia Mota, Eng.ª Civil
Chefe de Divisão de Gestão Territorial
Junta de Freguesia de Santa Maria Maio

6 comentários:

Anónimo disse...

No Largo Rafael Bordalo Pinheiro, no Chiado, inseriram mais uma..

Pedro Vaz disse...

Pois pois não sei se repararam mas as esplanadas tão cheias realmente nao sei o que querem para a baixa. Devem querer voltar ao anos 90 com uma baixa miserável, suja, decadente e deserta

Anónimo disse...

Na Prala do Comércio, ao lado do Lisboa Story Centre, o café que lá está nem deixa as pessoas passarem por entre a esplanada. Diz que o local é reservado à esplanada. Quem quiser passar tem obrigatoriamente de usar o corredor das arcadas ou dar a volta.

Vasco disse...

Ainda ontem estive a passear na baixa com amigos portugueses emigrados há anos e anos. Todos foram unânimes: lisboa esta bem melhor agora do que nos anos 90. O único senão talvez seja mais sujidade, caixotes do lixo a transbordar, mas isso são problemas que a CML facilmente resolveria.

Anónimo disse...

"O único senão talvez seja mais sujidade, caixotes do lixo a transbordar, mas isso são problemas que a CML facilmente resolveria."
Já agora Sr. Vasco, como resolveria?
Educando as pessoas para não serem porcas e deitarem o lixo dentro do caixote?
É que o grande problema é mesmo esse. As pessoas são porcas!

Anónimo disse...

Qualquer dia é preciso pedir licença às esplanadas para podermos passar.
Já é excessivo, mas como mete dinheiro, não tarda colocam-nas dentro de fontes e monumentos nacionais só porque é "giro".