...

...

10/06/2016

Actual aspecto da Casa dos 24



Actual aspecto de uma curiosidades de Lisboa. Que lá dentro haja silhares de azulejos barrocos, lavabos de mármore do séculos XXII-XVIII e que tenha sido a sede de um dos grémios mais originais e antigos de Lisboa, não parece incomodar nada, nem ninguém.

Já gora, sr. Medina, para que é que servem os milhões da taxa turística?

Contas por grosso, se no ano passado houve seis milhões de turistas (os números oscilam, cada fonte sua sentença) que passaram pelo menos uma  noite na Capital, temos seis milhões de euros. Como sabemos que os turistas ficam encantados com o que vêem e por isso ficam mais do que uma noite, teremos mais do que seis milhões. E para onde vai todo este dinheiro?

Para tratar do património da cidade, é que não parece.

4 comentários:

Julio Amorim disse...

É triste....mas se calhar é mesmo melhor que não toquem neste tipo de património ? pois podem acontecer umas demolições de interiores, janelas e portas de metal, reboco de cimento alinhavado com tintas plásticas e, umas criações de zinco lá no topo. Isto tudo claro com um portão automático para a entrada do popó. É um pouco como Havana ou Cracóvia onde tudo está muito gasto e velhinho mas....com possibilidades enormes de recuperações exemplares. E disso nós vamos ter só migalhas.

Anónimo disse...

Poderia indicar a morada onde se encontra este edifício? Cumprimentos

Anónimo disse...


Local de grande importancia histórica, URGENTE O RESTURO

Há dinheiro para as "elites", menos para o patrim+onio !

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

respondendo ao anónimo das 10.36 da tarde,


Fica na R. da Fé junto à Igreja de S. José dos Carpinteiros.


Cumprimentos,


Miguel de Sepúlveda Velloso