...

...

20/06/2016

Elevador do Lavra vandalizado - Protesto à CARRIS


Exmos. Senhores


Serve o presente para renovarmos o nosso protesto periódico junto de V. Exas. sobre o estado lastimável do Elevador do Lavra, conforme documentam fotos em anexo, e, do mesmo modo, solicitar que nos esclareçam sobre quando e como pretendem resolver este vergonhoso estado de coisa.

Melhores cumprimentos

Paulo Ferrero, Bernardo Ferreira de Carvalho e Miguel de Sepúlveda Velloso

2 comentários:

Anónimo disse...

A imagem de um povo desleixado.

LuisY disse...

A Carris não tem culpa.

De facto há agora este movimento a que alguns chamam urban art e que nós designamos por vandalismo, que pinta e suja qualquer superfície livre em Lisboa.

Há uns dez anos trabalhava eu no Bairro Alto e utilizava o elevador da Glória todos os dias. Depois o elevador esteve parado uns 3 meses para obras de manutenção e restauram-no. Ficou todo pintadinho de amarelo, lindo. Um dia antes da reabertura, uns vândalos sarapintaram-no todo de grafitis. Na manhã seguinte, todas aquelas pessoas que usavam o elevador estavam indignadas.

Pessoalmente acho que quem faz estas pinturas são verdadeiros criminosos, mas há cada vez mais gente tonta a apreciar o seu trabalho. Fazem-se imensas excursões de jovens alternativos estrangeiros ali para as escadinhas de S. Cristóvão, para fotografar paredes inteiramente vandalizadas com estas pinturas.

Sei que não devemos apelar à violência na internet, mas a meu ver os culpados deveriam ser obrigados a limpar estas pinturas com a língua.