28/06/2012

Avenida da Liberdade / Marquês de Pombal em discussão pública

In Site da CML

«Até 30 de julho decorre o período de consulta pública sobre o "Novo Conceito de Circulação para o eixo da Avenida da Liberdade/Marquês de Pombal" (a implementar com caráter experimental), por forma a recolher sugestões à proposta aprovada em 23 de maio. Contribua com a sua opinião e sugestões através do email: avenida.liberdade@cm-lisboa.pt.

Durante o período experimental, será testada uma nova forma de circulação, através da criação de duas rotundas concêntricas, uma para as vias principais e outra para as secundárias.

Esta alteração pretende a criação de mais espaço para os peões, melhor qualidade do ar, menos trânsito, menos ruído, maior fluidez e mais segurança na circulação automóvel.

Saiba todos os pormenores aqui

6 comentários:

Anónimo disse...

Ah, eu sempre sonhei morar numa cidade onde houvesse duas rotundas concêntricas.

Finalmente, a verdadeira felicidade!!!

joao pedro barreto disse...

Ah, eu sempre quis morar numa cidade onde existisse uma rotunda de 5 faixas num dos sítios mais centrais da cidade, à qual os peões não têm acesso, a qual obriga os peões a usarem o túnel do metro para a atravessarem, na qual só os ciclistas mais corajosos se atrevem a entrar, e por onde todos os dias passam centenas de milhares de automóveis.

Esta (corajosa) alteração só peca por tardia.

Anónimo disse...

Pois é, como está mal como está, a coisa vai melhorar imenso com idiotices.

Paulo Nunes disse...

Qualquer dia o Marquês vai tornar-se num parque temático de aberrações rodoviárias.

Era bom que a CML se concentrasse em melhorar as condições de habitabilidade da cidade em vez de perder tempo em experimentações para as quais, decididamente, não tem jeito como atesta o apocalipse do transito no Terreiro do Paço.

Aproveitando a deixa da "discussão pública"... para quando uma sobre o eixo Santa Apolónia <-> Terreiro do Paço? Zona totalmente votada ao abandono e ruína. É que nem o terminal de cruzeiros (nome pomposo que deram a uma imensa plataforma cimentada com uns casinhotos para verificação de passaportes) veio melhorar o panorama ... aliás pelo contrário ao ter isolado criminosamente Alfama do Tejo.

Anónimo disse...

O Santana Lopes resolvia em definitivo o problema do trânsito na Rotunda (e em todas as vias que lá desembocam) com o túnel, o Costa é com duas rotundas concêntricas, o que vier a seguir será talvez com uns viadutos.

E assim iremos todos contentes de fracasso em fracasso.

maria goncalves disse...

Concordo com o Paulo Nunes, o Terreiro do Paço e um atentado a quem necessita de atravessar a cidade no sentido este-oeste ou vice-versa. Onde se encontra a primeira circular de Lisboa, as meridianas e as diagonais, para facilitar esse transito?
Um dos parâmetros para a avaliação da qualidade de vida, e o tempo que se perde nas deslocações casa-emprego-casa, para quem trabalha, claro.
Mas isso pouco importa aos nossos governantes, que as pessoas andem cansadas, com pouca produtividade, pouco tempo livre para apoiar os filhos nos estudos e na educacao dos mesmos e que demorem 2 horas a chegar ao emprego.
Que os idosos tenham medo de ir passear, porque as pedrinhas da linda calcada portuguesa estao soltas, os buracos sao muitos na avenida e as lombas no passeio fazem doer os pes, nao interessa.
Importa fazer ciclovias, onde nunca vi 1 bicicleta, mas pessoas a passear nelas, Quinta do Pinto com tanta criancinha este domingo que me alegrou a alma, mentira que passei la a tarde e nao vi nenhuma etc
Cimentem os passeios para uma pessoa se deslocar, passear, andar mais depressa, nao olhar tanto para o chão (já basta as horas que passamos a trabalhar e a flectir a nossa bela coluna cervical)
Maria Goncalves