Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

14/01/2014

Comércio de tradição e carácter, sem urbanismo comercial da CML, é obra!


In Café Portugal, por Sara Pelicano

«Lisboa - Drogaria e Perfumaria S. Pereira Leão, uma casa de essências

Na Rua da Prata, 223, em Lisboa, já se fizeram perfumes. Hoje, as essências artesanais continuam expostas em frascos para relembrar a história desta loja centenária. Aqui o cliente é tratado pelo nome e escutado com atenção. Uma casa com dupla função: vende produtos de limpeza doméstica e também de cosmética. Afinal de contas estamos na Drogaria e Perfumaria S. Pereira Leão. [...]»

2 comentários:

Anónimo disse...

artigo nostálgico mas exagerado. já comprei na loja, mais de que uma vez, fui bem atendido, mas nada diferente de qualquer outra drogaria de bairro, seja antiga ou nem por isso. como se vê, a maior parte dos clientes são pessoas de idade por isso é natural que a drogaria também acabe por fechar as portas.

Anónimo disse...

É uma luta diária e muitas vezes assumindo a responsabilidade de manter vivo um negócio que se herdou, sem grande motivação. Lamento que o comerciante em causa, como tantos outros, não valorizem e utilizem melhor o que de único têm, e que nenhuma loja nova consegue ter. Falo das letras pintadas na parede, que enaltecem o valor histórico da casa, e que estão escondidas por uns placares publicitários de perfumaria. A loja inteira está cheia de lixo deste género. Como se estes placares ajudassem a vender. Como se esta loja precisasse dos placares.... Que desgosto.