Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

06/01/2014

Que futuro para as Vilas Operárias de Lisboa?


A propósito desta bela reportagem de O Corvo (http://ocorvo.pt/2014/01/06/morar-na-vila-amaral-nao-da-estatuto/), e como ainda restam algumas mais por Lx, desde as nas encostas da Almirante Reis, na Graça, no Cp Pequeno, Estrela, Cp Ourique e, claro, nas Amoreiras de ambos os lados do viaduto (onde ainda é possível tirar fotos como a que ilustra este post), há que repensar as Vilas Operárias, intervir naquelas que são da CML, fomentar a recuperação e reformulação dos seus programas habitacionais, nas outras que não o são. Qualquer dia não haverá nada senão as (poucas) classificadas e/ou mais 'in'. Que futuro?

1 comentário:

JJ disse...

Quem esperam que responda a perguntas que são por vós deliberadamente retóricas?