Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

22/01/2014

PUBLI-Cidade: Rua de São Nicolau

Aqui está um "bom" exemplo de más práticas de publicidade num estabelecimento comercial em zona histórica de 1º categoria como é a Baixa Pombalina. Mas a verdade é que esta farmácia podia ser em qualquer outra zona urbana...

4 comentários:

JJ disse...

A cada post insistente e obsessivo deste calibre, perdem credibilidade, apoiantes e razão. Fundamentem as vossas lutas em princípios realistas e tenham a coragem de reconhecer as dificuldades da governação, a responsabilidade dos cidadãos e não só dos governantes, a diferença de pontos de vista e a possibilidade de outras opções.

Luis disse...

Já agora, podiam usar fotografias atuais, uma vez que esta farmácia fechou há cerca de 2 semanas...

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

Em que é que a adulteração, vandalização e destruição do património, tem a ver com diferenças de ponto de cista, considerar possibilidade de outras opções?

Em que é que este post é obsessivo? Em que que ponto é que se perde credibilidade?

O sr. JJ paseia por Lisboa? Haja, provavelmente, que a dita "evolução" das cidades, é sinónimo de descaracterização e tornar as cidades banais? Pergunte-se aos gregos se gostam do que foi feito em Atenas, aos belgas, se gostam do que foi feito em Bruxelas, etc?

Anónimo disse...

O comentário do jj é típico do tuga da palmadinha atrás das costas, da condescendência, e do "deixa andar"
Só mesmo alguém coma a cabeça na lua é que é indiferente e não percebe qual é o verdadeiro problema!
O mesmo problema que aliado à incompetência de quem nos governa faz com que Lisboa esteja cada vez mais parola e feia. Cada vez mais distante de outras paragens!
Alguém me explica o que é que um exemplo tão banal como este tem de obsessivo? Sinónimo de perda de credibilidade? Por dizer a verdade? Está a gozar....
E só mais uma das centenas de montras e fachadas que são apetrechadas com todo e mais algum tipo de publicidade disforme e que não respeita os traços dos edifícios pombalinos e muito menos a zona onde os mesmos se encontram.
Vale tudo: Autocolantes berrantes, painéis monstruosos, alumínio,ar condicionados,cabos, uhuhhu....
Nem imagino o estado do interior...

Quando somos pequeninos (durante a infância e a adolescência) aprendemos um certo conjuntos de valores e comportamentos de modo a preservar a harmonia da vida colectiva e o bem-estar de todos.
Do mesmo modo ensinam-nos a adoptar uma certa atitude cívica em prol da preservação do nosso património.

Não quero acreditar que não possamos fazer nada e que efectivamente somos um país de bimbos e parolos?