30/05/2007

Avenida?

definição de Avenida - "rua larga, geralmente orlada de árvores; "http://www.priberam.pt/dlpo/definir_resultados.aspx

Será que esta definição é correspondente a estes locais?
Avenida Lusíada, Avenida dos Combatentes, Avenida Infante D. Henrique, Avenida Mal. Gomes da Gosta, Avenida de Pádua, Avenida de Brasília...

6 comentários:

Carlos Leite de Sousa disse...

Interessante a aplicação do termo Avenida à Avenida Madame Curie, pequeno troço que liga a Av Columbano Bordalo Pinheirò à Av. Prof. Lima Basto.

MC disse...

E o que dizer da Avenida da República entre Entrecampos e Campo Pequeno?
Túneis, veículos a 80km/h, 5 faixas para cada lado, um passeio minúsculo em aglumas partes, e um separador no meio da "avenida" com betão e rede, bem maior que o separador da IC19?

Paulo Ferrero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Ferrero disse...

Avenida da República era a avenida mais bonita de Lisboa, há ... 50-60 anos. Hoje, é a montra do mau gosto que se faz um pouco por toda a Lisboa, mas que ali chega a ser deprimente. Com o aumento das cérceas aprovado pela CML e pela CCDR-LVT, os poucos prédios que ainda resistem (e falo dos que não são protegidos ... falos dos prédios de esquina com a Barbosa du Bocage, falo dos que restam no quarteirão junto à António Serpa, e falo daquele prédio magnífico, propriedade do Estado, na esquina com a João Crisóstomo) serão dramaticamente adulterados. Árvores? Já foi tempo. A periferia avança, avança e qualquer dia nem no Castelo estaremos a salvo;-)

Nuno Valença disse...

Completamente de acordo com os comentários anteriores. Não procurei ser exaustivo, apenas me embrei de pseudo-avenidas onde passei hoje e que são exemplos de “esquizofrenia toponímica”
Se procurarmos com atenção ainda encontramos mais exemplos de avenidas que já não o são, ou nunca o foram.
A evolução efectuada foi saquear as avenidas existentes, e denominar "avenidas" a sítios onde não há árvores, mas também não há passeios, por vezes nem casas, nem escritórios, só carros.
Qualquer dia o IC 19 a A5, etc passam a ser avenidas

hugo daniel de oliveira disse...

Sim. Esse continua a ser o conceito de avenida.

Mas quem tem governado as cidades portuguesas é que não tem capacidade suficiente para apreender os conceitos.

Mas não tem importância. Porque não espalhar esse conceito pela cidade, para ver ser a CML começa a plantar árvores na orla dos arruamentos mencionados?

Dominiu o impacto visual, o uído, a poluição e permite a criação de grandes corredores verdes pela cidade.