Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

06/09/2013

Fontes Pereira de Melo


Chegado por e-mail:


«Já não chega os passeios serem minimos, tendo em conta a quantidade de peôes que circulam, e que contrasta com as 11 faixas para automoveis, ainda estão diariamante ocupados pelos meninos dos hoteis (isto apesar de haver um parque de estacionamento do hotel nas traseiras)

https://www.dropbox.com/s/uwspwyvbq23j531/fpm.PNG

https://www.dropbox.com/s/4a069eu41tlng69/2013-09-06%2010.30.53.jpg

https://www.dropbox.com/s/fpvego4waszjj3f/2013-09-06%2010.31.52.jpg

https://www.dropbox.com/s/uk8a02l58qqgfq3/2013-09-06%2010.32.28.jpg


Pedro Nóbrega da Costa»

2 comentários:

Anónimo disse...

Libertar os passeios de obstáculos, designadamente mobiliário urbano mal colocado ou
veículos estacionados ilegalmente, promovendo uma política de tolerância zero face ao
estacionamento selvagem (por exemplo em cima dos passeios).

(Do programa eleitoral de há mais de seis aninhos do candidato Costa, António).

Anónimo disse...

E também:

A Câmara Municipal de Lisboa inicia hoje uma campanha para "libertar os passeios de carros", e "contrariar o estacionamento de carros em segunda fila", tal como prometeu António Costa na campanha eleitoral.

A câmara pretende criar uma "cidade sem barreiras" com o objectivo de que os "habitantes possam usufruir do espaço público da cidade" e libertar áreas utilizadas por viaturas, de forma abusiva e ilegal pelos automobilistas.

Neste sentido a câmara vai reforçar o policiamento, já a partir de dia 12, numa "primeira fase" desde o eixo do Campo Pequeno até ao Marquês de Pombal incluindo o Parque Eduardo VII, estendendo ainda do Largo do Rato até às avenidas Infante Santo e Dom Carlos I, informa a autarquia.

(Jornal Público, 12/09/2007.)

Sublinhe-se "desde o eixo do Campo Pequeno até ao Marquês de Pombal".