Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

Esteja atento às várias iniciativas em perspectiva:

01/09/2013

Cara de Pau!

Todos devem lembrar-se, com certeza, do que se escreveu neste espaço sobre a intervenção desta vereação no jardim da placa central da Praça de Londres, quer sobre os contornos do projeto (aqui), quer pelas perdas irreparáveis em património arbóreo que a intervenção provocou, entre elas a famosíssima Magnolia Grandiflora que era assim. Lembram-se, também, da mais recente notícia (aqui) que informava que as obras estavam de regresso ao fustigado parque que, depois dos arranjos paisagísticos contemporâneos da autoria de quem deu provas não perceber nada de plantas e árvores e só se ter preocupado com a estética (duvidosa) e os dividendos políticos retiráveis de uma intervenção neste espaço deu-se, recentemente, a retirada de uma árvore viva (para onde foi?), o solo foi, de novo, esventrado e os taipais, retroescavadoras e trabalhadores estão de volta.
Até à data ainda nada se sabe o que motiva esta última intervenção - esclareça-nos que souber - mas mesmo assim não estamos completamente desprovidos de informação; furando o bloqueio informativo sabemos nós, os habitantes, moradores, usadores e amantes deste espaço que:
Obra a Obra, Lisboa Melhora!
Como é que alguém tem o topete, depois da saga da reabilitação deste espaço, dos resultados medíocres e altamente lesivos, vir agora colocar este letreiro, precisamente aqui? Haja decoro!
Depois do dinheiro aqui gasto e dos altíssimos custos patrimoniais deste obra sabemos que agora é que é a sério, agora é que vai melhorar! Que pena não ter sido à primeira, senhor Vereador Sá Fernandes. Que pena que nenhum deste dinheiro lhe saia dos seus bolsos!

2 comentários:

Anónimo disse...

Não digam mal, que obras em cima de obras são um dos grandes atractivos de Lisboa e coisa praticamente única em toda a Europa.

Carlos Medina Ribeiro disse...

O grande drama de Lisboa é que não parece haver alternativas.
Em termos partidários, já todos os partidos (do CDS ao BE) por lá passaram. E, mesmo os independentes, acabaram por se colar a António Costa. Os resultados (lixo, arrumadores de carros, grafitos, estacionamento...) estão à vista: nunca Lisboa foi tão "de fugir" como agora!

Pior: a própria Oposição desapareceu! Durante estes anos, em que Santana Lopes foi vereador, não lhe ouvi uma palavra (quanto mais uma ideia!) sobre os problemas da cidade.
Só lhe ouvi dizer que ia abandonar o cargo... por falta de tempo!

Vem agora Fernando Seara... Também a ele ainda não ouvi nada de concreto.

Acresce a isso tudo a ideia (já imparável) de que as eleições AUTÁRQUICAS NÃO SÃO PARA ESCOLHER AUTARCAS (!!) mas sim para julgar o Governo (e, de caminho, contar a espingardas dos partidos).

Pronto. Mais uma vez vou votar em branco...