19/02/2014

Cerveja barata + falta de educação e civismo = lixo!

In blog O Corvo 19-2-2014
Sobre o problema da falta de civismo, maioritariamente de alunos do Instituto Superior Técnico, que faz com que o magnifico jardim do Arco Cego, esteja em parte, mas permanentemente transformado em lixeira, o blog O Corvo publica hoje um post que apenas vem comprovar aquilo que a Associação de Moradores das Avenidas Novas há muito vem denunciando e alertando - a venda a baixo preço e até fora de horas, de cerveja, cujos copos ficam espalhados no jardim, provocando o espectáculo que a imagem mostra.




E o mais grave de tudo, é que isto é provocado maioritariamente por alunos do IST, de quem seria de esperar uma consciência ambiental e uma educação própria de quem chega ao ensino superior, depois de pelo menos 12 anos de estudos, mas que infelizmente aquilo que demonstram é precisamente o contrário, um comportamento de quem não respeita nada nem ninguém. Será esta a tão falada, geração rasca, que só julga ter direitos e nenhumas obrigações para com a sociedade em que vive, fazendo com que um espaço magnifico como o jardim do Arco Cego, pareça por vezes uma lixeira a céu aberto, onde não raras vezes são visíveis ratazanas a circularem no meio do lixo.

6 comentários:

Julio Amorim disse...

Pois, pois....daqui vai sair a "elite" técnica do país....
Belo futuro !

José Ramos disse...

Agora a culpa é do preço das bebidas.

Anónimo disse...

Que tal por essa rapaziada toda a fazer serviço público como praxe?

Ajudavam na limpeza, socializavam com os colegas e possivelmente com os moradores e comerciantes da zona, isso sim era uma praxe útil.

!gor disse...

Tirem fotos aos caixotes do lixo tb.
Eu vou lá bebo cerveja e não tenho onde por o lixo, os caixotes estão cheissimos, fica tipo torre..

Bruno Marques disse...

Não culpem só os alunos do Técnico. A maior parte das vezes o espaço está ocupado por alunos das escolas secundárias próximas.

Miguel de Sepúlveda Velloso disse...

E o queé que isso interessa? Quem atira o lixo para o chao. `no Arco do Cego, É no Cais do Sodré, é no BA e é em Santos, onde o recém-rearranjado jardim é um pandemónio de lixo, de plantas destruídas, de vomitado em todo o lado. Em Lisboa, divertimento é igual a fazer da cidade uma imensa e nauseabunda lixeira. Que me importa que sejam do técnico, de direito, da escola secundária ao lado ou do raio que os parta. Selvagens é o que sao.